Trânsito na ponte metálica será alterado por quatro semanas para reforma

Intervenções visam garantir mais segurança e também restituir elementos originais da estrutura

ponte_foto_angela_peres_02.jpg

Durante intervenção na ponte, agentes da Companhia de Trânsito orientam motoristas e pedestres na região da obra (Foto: Ângela Peres/Secom)

O projeto de restauração completa da ponte Juscelino Kubitschek (metálica), em Rio Branco, entra na etapa de intervenções físicas a partir desta quinta-feira, 26. Depois de realizar o trabalho de jateamento e recuperação da estrutura metálica e das colunas de concreto da parte inferior e da cabeceira da ponte do lado do Primeiro Distrito, o trabalho começa a ser desenvolvido na parte superior da ponte. Em razão disso, durante quatro semanas, o trânsito será permitido em apenas uma faixa.

De acordo com o diretor-presidente do Deracre, Marcus Alexandre, o período de execução dessa parte da obra de recuperação é de três meses. “Nossa equipe irá trabalhar inclusive no período da noite para diminuir o tempo de interdição de uma das faixas.”

reforma_ponte_jk_foto_sergio_vale_2.jpg

Diretor do Deracre, Marcos Alexandre, afirma que trabalho será intensificado para reduzir prejuízos aos motoristas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

A partir da interrupção parcial da ponte, será iniciada a etapa de execução do jateamento, para limpeza geral da estrutura metálica, buscando o “aço branco” (na forma original). Em seguida iniciam-se a pintura anticorrosão e depois a definitiva. Além disso, a parte lateral da ponte destinada aos pedestres também será reestruturada.

Os recursos destinados à recuperação da ponte metálica são provenientes de convênios firmados entre Governo Federal e Governo do Acre e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social III.

Marcus Alexandre informa ainda que, além de garantir mais segurança aos pedestres e motoristas que trafegam pela ponte construída na década de 70, a obra tem o objetivo de deixar a ponte mais próxima da estrutura original.