Tião Viana prestigia abertura do 3º Torneio Internacional IRT de Xadrez

A Federação Acreana de Xadrez, em parceria com o Instituto de Matemática, Ciência e Filosofia, lançou na quinta-feira, 4, o 3º Torneio Internacional IRT de Xadrez no Acre. Sendo um dos principais incentivadores da atividade, o governador Tião Viana participou da abertura da competição, que será realizada de 4 a 6 deste mês. Além de medalhas e troféus, R$ 4 mil serão distribuídos entre os cinco primeiros lugares.

Tião Viana participou da abertura do 3º Torneio Internacional IRT de Xadrez, que será realizado de 4 a 6 de agosto na sede do Crie (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Tião Viana participou da abertura do 3º Torneio Internacional IRT de Xadrez, que será realizado de 4 a 6 deste mês, na sede do Crie (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Representantes da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), da Federação Acreana de Xadrez e da Confederação Brasileira de Xadrez também participaram do evento, realizado na sede do Centro de Referência e Inovações para a Educação (Crie). Competidores do Distrito Federal, Amazonas, Rondônia e Pará também participam do torneio.

Além de medalhas e troféus, R$ 4 mil serão distribuídos entre os cinco primeiros lugares (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Além de medalhas e troféus, R$ 4 mil serão distribuídos entre os cinco primeiros lugares (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

“O xadrez nos permite pensar diferente. A gente aprende a refletir, a se defender, a suportar pressões e a atacar com regras, com ética e responsabilidade. É um jogo com muito respeito pelo adversário. Que essa geração constitua um ambiente melhor, de mais harmonia e boa-fé e com o xadrez irradiando isso”, disse Tião Viana.

O presidente da Federação Acreana de Xadrez, Luiz Carlos de Oliveira, agradeceu o apoio do governo. “Agradecemos ao governo do Estado. Esta união com o governo e a federação já rendeu muitos frutos. Vamos mostrar que o Acre é referência no xadrez na Região Norte”, afirmou.

O jornalista Toinho Alves, que também é um grande entusiasta da atividade no estado, falou da importância da disseminação do xadrez em todas as cidades do Acre. “Estamos aqui na região tentando fazer com o que o xadrez seja ganho pela sociedade para elevar seu padrão, já que é didático e esportivo e melhora a mentalidade. Se disseminarmos a prática em todo o estado, toda a sociedade sai ganhando”, conta Alves.

O jornalista Toinho Alves, falou da importância da disseminação do xadrez em todas as cidades do Acre (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Jornalista Toinho Alves falou da importância da disseminação do xadrez em todas as cidades do Acre (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Competidores no ranking internacional

O representante regional da Confederação Brasileira de Xadrez, Andrey Neves, disse que o torneio servirá para os competidores somarem pontos válidos para o ranking internacional. “Este é um torneio válido para o ranking da confederação internacional. Aqui, novos jogadores do Acre poderão entrar nesse ranking internacional, já que temos reunido um dos melhores clubes da Região Norte”, afirmou.

O representante da Confederação Brasileira de Xadrez, Andrey Neves, disse que o torneio servirá para os competidores somarem pontos para o ranking internacional. (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Neves disse que o torneio servirá para os competidores somarem pontos para o ranking internacional. (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Gabriel Moreira é aluno secundário do Colégio de Aplicação e umas das principais apostas da Confederação Acreana de Xadrez. Ele conta que o xadrez tem mudado sua vida e está cheio de expectativas para a competição. “Só de estar aqui competindo já é algo muito bom. Eu penso como o xadrez tem mudado meu desempenho na escola: minhas notas melhoraram, bem como a maneira de compreender, meu raciocínio é mais ágil”, conta o estudante.

O estudante Gabriel Moreira conta como o xadrez tem mudado sua vida e está cheio de expectativas para a competição (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Estudante Gabriel Moreira conta como o xadrez tem mudado sua vida e que está cheio de expectativas para a competição (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Tião Viana propôs avançar nas parcerias para que a Federação Acreana de Xadrez avance até os municípios do Acre, constituindo a atividade como disciplina nas escolas.