Tecnologia impulsiona produção de milho no Acre

Em uma área de produção de mais de 600 hectares são usados até 7 tratores ao mesmo tempo para preparar a terra e plantar o milho na época correta (foto: Leônidas Badaró)
Em uma área de produção de mais de 600 hectares são usados até sete tratores ao mesmo tempo para preparar a terra e plantar o milho na época correta (Foto: Leônidas Badaró)

Durante esta segunda-feira, 17, o secretário de Agricultura e Pecuária do Acre (Seap), José Carlos Reis, fez uma visita a agricultores que estão ajudando o estado a aumentar sua produção de milho. Nas propriedades rurais, o ritmo é intenso, já que é nesta época do ano que os produtores começam o plantio das sementes que, dentro de 120 dias, se tornarão espigas e estarão prontas para serem colhidas.

Ronnivon Passarine há 11 anos investe na produção de milho no Acre e vai plantar 650 hectares (foto: Leônidas Badaró)
Ronnivon Passarine há 11 anos investe na produção de milho no Acre e vai plantar 650 hectares (foto: Leônidas Badaró)

Para o aumento da área de produção e o crescimento da produtividade a aposta vem da tecnologia. É o caso do agricultor Ronnivon Passarine, da região da Vila Pia, Km 53 da BR-317, sentido Boca do Acre, que há 11 anos investe nas lavouras de milho. Em uma década, a área plantada saltou de 80 para 650 hectares.

A estimativa de colheita da próxima safra do agricultor é de 78 mil sacas de milho. O que corresponde a três mil toneladas do grão.

Para chegar a esses números é preciso alcançar uma média de produtividade de 120 sacas de milho por hectare. O que somente é possível graças ao investimento em tecnologia. “Para alcançar bons resultados é preciso investir no preparo da terra, na semente, no adubo e no fertilizante correto. Outro fator importante para conseguir uma alta produtividade é a época certa para o plantio e para a colheita”, destaca Passarine.

O responsável técnico da Seap na região, Nilton César, explica que o custo de produção no Acre é maior que em outros lugares do país, mas como as condições de solo e clima favorecem o cultivo do milho, o grão produzido no Acre consegue ser competitivo. “Para alcançar uma produtividade em torno de seis a sete mil quilos de milho por hectare, conseguimos reduzir 80% a quantidade de adubo e ureia fertilizante”, afirma.

Governo estima 15 mil hectares plantados de milho

área de terra pronta para receber plantio de milho na região da Vila Pia, no quilômetro 53 da BR-317 (foto: Leônidas Badaró)
área de terra pronta para receber plantio de milho na região da Vila Pia, no quilômetro 53 da BR-317 (foto: Leônidas Badaró)

Assim como Ronnivon Passarine, o governo do Acre, por meio da Seap, tem fortalecido a parceria com os agricultores para o crescimento da produção de milho. O grão é a base para a fabricação das rações de peixes, aves e suínos. Cadeias produtivas que tem recebido fortes investimentos públicos e privados no estado.

A estimativa é que nesta safra sejam plantados 15 mil hectares de milho em todo o Acre. “Esse crescimento ocorre, principalmente, porque esses produtores da agricultura empresarial confiam no governo. Aliado aos investimentos em silos e máquinas estamos nos credenciando para conseguir a autossuficiência em algumas cadeias produtivas”, afirma José Carlos Reis, titular da Seap.