Talvez…

 

alt

“Procurei-te em vão pela terra, perto do céu, por sobre o mar. Se não chegas nem pelo sonho, por que insisto em te imaginar? Quando vierem fechar meus olhos, talvez não se deixem fechar. Talvez pensem que o tempo volta, e que vens, se o tempo voltar”. Trecho do poema Meu sonho, de Cecília Meirelles (Foto: Eduardo Duarte)