Feira Folia

Tacacá, banana frita e comidas típicas movimentam Economia Solidária no Carnaval da Família

“Eu vou tomar um tacacá, dançar, curtir, ficar de boa”, já diz a cantora Joelma.  E com o mesmo sentimento, o público chegou à Feira Folia da Economia Solidária responsável pelas comidas típicas durante toda a programação do Carnaval da Família, em Rio Branco. Ao todo, 44 empreendedores integram a feira coordenada pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e Empreendedorismo (Sete).

Júlia Alves vende banana frita, chips de banana e de macaxeira, no Carnaval da Família. Foto: Diego Gurgel/Secom

No cardápio da Feira Folia, há tacacá, chips de banana e macaxeira, churros, pratos executivos de picanha e alcatra, crepes, açaí, bebidas e muito mais para abastecer e hidratar os foliões durante as cinco noites de folia que se estendem até a terça-feira, 13.

Tradicional banana frita e chips de banana garante renda à dona Júlia Alves, o esposo João Araújo, e ao amigo Fábio Oliveira. Foto: Diego Gurgel/Secom

O tradicional chips de banana, por exemplo, é um dos itens mais pedidos na barraca da dona Dona Júlia Alves. Acompanhada do esposo João Araújo e do amigo Fábio Oliveira, dona Júlia explica que a iguaria agrada o paladar de quem participa da festa. “O povo gosta muito. Vendo bem”, garantiu.

De Porto Velho, o nutricionista Charles Bravo e os amigos Gilberto Dias e Felipe Antunes aproveitaram o feriado de carnaval para apreciar a folia no Calçadão da Gameleira. “Eu gosto muito do chips, e fica ainda melhor de apreciar nessa área [Calçadão da Gameleira] que é bonita para assistir o pôr do sol”, disse o nutricionista.

Amigos apreciam a gastronomia da Feira Folia. Foto: Diego Gurgel/Secom

Há quatro anos, o casal Sidney Freitas e Janaína Queiroz também trabalham com as comidas típicas nas programações promovidas pelo governo do Acre. “Sempre participamos da Expoacre, das festas juninas e do Carnaval da Família. Todo evento, nos inscrevemos para participar”, explicou.

Casal atua em todos os eventos promovidos pelo governo do Estado. Foto: Diego Gurgel/Secom

E na garantia do tradicional tacacá e caldo de feijão para levantar a energia dos foliões, o casal Andriano Aguiar e Poliana Muniz garantiu presença no Carnaval da Família pela primeira vez. “Uma amiga minha me apoiou e hoje estou aqui com meu esposo na esperança de melhorar a renda”, explicou Poliana.

Andriano Aguiar e Poliana Muniz garantem tacacá e caldo de feijão para dar energia aos foliões. Foto: Diego Gurgel/Secom

Feira Folia

Após edital de seleção promovido pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e Empreendedorismo, os empreendedores presentes na Feira Folia receberam orientação sobre segurança e obtiveram licenças para a comercialização de alimentos e bebida alcoólica.

Hans Nicolas empreendeu nas bebidas no Carnaval da Família. Foto: Diego Gurgel/Secom

Na feira, são 15 barracas de alimentação, 14 barracas de bebidas alcoólicas, além de dez ambulantes de alimentação e cinco ambulantes de vendas diversas como balões, copos, fantasias e adereços.

“Um dos objetivos da Sete é oferecer incentivo e estrutura para que os pequenos empreendedores possam ter a oportunidade de trabalhar em grandes eventos, fortalecendo o nosso modelo de gestão participativa, pautado na solidariedade social”, concluiu a diretora de Empreendedorismo da Sete, Bianca Marques.