Sesacre reforça ações de prevenção de doenças em Tarauacá

Legenda: Enchente aumenta os riscos de contaminação (Foto: Jardy Lopes/Asscom Tarauacá)
Contato com a água aumenta o risco de contaminação (Foto: Jardy Lopes/Asscom Tarauacá)

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), está reforçando as ações em Tarauacá com o objetivo de prevenir a proliferação de doenças, uma vez que a enchente do Rio Tarauacá torna iminente o risco de contaminação.

Segundo a diretora de Atenção em Saúde no estado, Celene Maia, o número de médicos de plantão foi ampliado no Hospital Sansão Gomes. “Além dos plantonistas, haverá médicos também de sobreaviso se existir necessidade. Dependendo da demanda, existe a possibilidade de encaminharmos médicos, inclusive de Rio Branco”, explica.

As ações prioritárias incluem o envio de medicamentos e insumos para os postos de saúde, além de cota extra de hipocloritos. Também foi encaminhada uma equipe de vigilância epidemiológica, para prestar assessoria e cooperação técnica e monitorar diariamente os atendimentos médicos feitos pela equipe municipal.

A maioria das doenças ocorre devido à ingestão de água contaminada ou pelo simples contato com essa água. Entre elas, as mais comuns são a leptospirose, a febre tifoide e hepatites A e E. De acordo com a gerência da Divisão de Emergências em Saúde Pública, em casos de suspeita, a população deve notificar imediatamente a Vigilância Epidemiológica da cidade.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest