saúde do servidor

Servidores da Sefaz realizam teste de Covid-19 para garantir segurança no atendimento ao público

O Estado irá realizar 300 exames no período de 26 a 28 de outubro nas dependências da Secretaria de Estado da Fazenda do Acre (Sefaz), em Rio Branco. O objetivo é testar todos trabalhadores da unidade e minimizar os riscos de contaminação em meio à pandemia do coronavírus.

O trabalho integra o protocolo de segurança para testagem dos servidores e identificação de casos suspeitos como forma de prevenção no diagnóstico da Covid-19, em especial, os que prestam serviço de atendimento ao público no local, de acordo com a portaria da Sefaz nº 245 de 21/09/2020, que estabelece critérios de segurança para a retomada das atividades.

Equipe de saúde realiza teste em servidores. Foto: Assessoria de Comunicação

O profissional que tiver o resultado positivo para a Covid-19 será conduzido para clínica médica, onde receberá toda a atenção para a realização de exames e a possível retirada de medicamentos. Após esse processo, todos os profissionais diagnosticados serão temporariamente afastados e cumprirão quarentena.

Até o momento, foram registrados casos isolados de servidores que já tiveram o vírus e estão curados, ficando apenas com anticorpos do vírus na circulação sanguínea, porém sem risco de transmissão.

O secretário da pasta, Rômulo Grandidier, explica que a ação de testagem “é uma das medidas adotadas para proteger os servidores e os contribuintes”.

Secretário da Fazenda Rômulo Grandidier em visita ao local de realização dos exames. Foto: Assessoria de Comunicação

Combate à pandemia

Considerando a natureza essencial da atividade da administração fazendária e a necessidade de se assegurar condições mínimas para a sua continuidade, além dos cuidados com a preservação da saúde dos servidores públicos, estagiários, colaboradores e usuários do serviço público, a secretaria tem adotado protocolos de segurança no atendimento.

Servidores realizam exame da Covid-19. Foto: Assessoria de Comunicação

Entre as medidas estabelecidas, estão a testagem dos servidores, a desinfecção do prédio, a instalação de totens e tapetes com álcool em gel nas entradas do órgão, faixas de sinalização, indicando o distanciamento adequado entre as pessoas, placas de acrílico separando atendentes e contribuintes no setor de atendimento e a medição da temperatura ao se chegar na secretaria.