união de esforços

Sepa, Embrapa e Emater constroem termo de cooperação técnica

Com o intuito de construir um termo de cooperação para pesquisas e planejamento voltado ao setor de produção e agronegócio, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), promoveu nesta terça-feira, 15, na sede da Sepa, uma reunião com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Acre (Emater/Acre).

Com potencial para a produção de banana, açaí, soja, milho, mandioca, cacau, café e outros, a intenção da Sepa é construir políticas públicas voltadas para o fomento e assistência técnica para o agronegócio no estado do Acre. Um trabalho que será feito por analistas e assistentes técnicos, buscando contribuir para o planejamento das atividades da secretaria e oferecendo subsídios para a atuação de instituições focadas no agronegócio.

A Embrapa e a Emater passarão a integrar o sistema de inteligência da Sepa, auxiliando a transformação de dados em conhecimento aplicado nas metas para 2020-2023.

Secretário de Estado de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo Foto: Sergio Ronney/ Secom

De acordo com o secretário de Estado, Edivan Azevedo, nesses 60 dias de atividades houve empenho em estreitar parcerias que culminaram nesta reunião para um acordo técnico e de ações conjuntas.

“Estamos abertos às inovações de pesquisas da Embrapa e ao fomento e assistência técnica da Emater. Tentaremos com todos os esforços, juntamente com a equipe da Sepa, dar viabilidade ao planejamento que sairá deste termo e as soluções para tudo o que o estado já produz. Estou muito feliz de ver essa construção e, em breve, poderemos apresentar à sociedade um bom trabalho para que o Acre seja um grande exportador, pois creio que nossa produção rural tem mecanismos suficientes para alavancar o agronegócio em nosso Acre”, completou o secretário Edivan Azevedo.

Wally Stanley, chefe da divisão de apoio à produção familiar e indígena da Sepa e Suhelen Alves, chefe do departamento de produção familiar Foto: Sergio Ronney/ Secom

Para a chefe do departamento de produção familiar da Sepa, Suhelen Alves, essa é apenas a primeira reunião de muitas que acontecerão para a capacitação dos técnicos que irão levar a informação até o produtor rural.

“Reuniões como esta, como vem realizando a Sepa, exigem estudos profundos e tratamento diferenciado para permitir, em breve, capacitações para nossos técnicos com informações que cheguem até nossos produtores, assim poderemos embasar o processo de tomada de decisão sobre nossas atividades, para além de percepções e construir informações robustas e de muita qualidade para os produtores”, salientou Suhelen Alves.

Pesquisador em genética de melhoramento de plantas e responsável pelo núcleo de programação de pesquisa da Embrapa, Luciano Ribas Foto: Sergio Ronney/ Secom

Pesquisador em genética de melhoramento de plantas e responsável pelo núcleo de programação de pesquisa da Embrapa, Luciano Ribas explicou que é necessário usar ferramentas de priorização, identificando os problemas e construindo metas de inovação.

“A Embrapa hoje tem focado em resolver problemas, e nisso, é necessário que haja metas de inovação tecnológica, precisamos desenvolver uma tecnologia a longo prazo e que ela chegue até o produtor. Tenho certeza que essa parceria será muito importante para nós e para o produtor rural”, ressaltou Luciano Ribas.

“Essa iniciativa da Sepa é muito importante, pois a partir desse momento, poderemos usar nossos instrumentos para uma excelente cooperação”, reforçou o pesquisador chefe-geral da Embrapa Acre, Jacson Negreiros, à direita Foto: Sergio Ronney/ Secom

“Estamos realizando avaliações de impacto para saber o que é preciso ser executado nesses quatro anos e os beneficiados com todo esse esforço”, reforçou o pesquisador chefe-geral da Embrapa Acre, Jacson Negreiros.

“Eu confio na nossa Embrapa, na Sepa, e acredito no trabalho que será desenvolvido. Nós da Emater estamos prontos para fomentar e capacitar os nossos produtores”, disse o técnico da Emater, João Batista.