No Juruá

Semulher realiza etapa da campanha Não Se Cale em Cruzeiro do Sul

A Secretaria de Estado da Mulher (Semulher), por meio do Centro de Atendimento Especializado à Mulher do Juruá (CEAMJU) realizou, na manhã desta segunda-feira, 5, no Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) em Cruzeiro do Sul, mais uma etapa da campanha Não Se Cale, que tem por objetivo principal enfrentar e prevenir o assédio moral e sexual no ambiente de trabalho.

Genilsa Silva, coordenadora do CEAMJU, destaca ser de suma importância dialogar em todos os espaços, além de reforçar o estado de alerta a respeito de toda e qualquer conduta que possa constranger ou agredir os trabalhadores. Foto: Genilsa Silva/Semulher

De acordo com a coordenadora do CEAMJU, Genilsa Silva, é de suma importância dialogar em todos os espaços, além de reforçar o estado de alerta a respeito de toda e qualquer conduta que possa constranger ou agredir os trabalhadores. “Tais comportamentos podem causar graves consequências, dentro e fora do ambiente de trabalho”, refletiu.

Para a psicóloga do Creas, Nayrane Teles, a palestra foi esclarecedora: “Sabendo que o assédio acontece também no ambiente de trabalho, conversar sobre ele é excelente para que possamos prevenir e alertar todos. Muita gente passa por assédios e não sabe sequer que aquilo foi um assédio. Só posso parabenizar a Semulher pela iniciativa”.

Iniciativa da Semulher foi parabenizada por quem participou da palestra. Foto: Genilsa Silva/Semulher

Talita Pepes, coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), admitiu que ainda não sabia o suficiente sobre o assédio moral no ambiente de trabalho. “É bom que tenhamos em mãos as formas de denúncia e, assim, nos sentirmos mais seguras”, finalizou.