segurança

Seminário debate avanços e desafios do sistema socioeducativo do Acre

Com o objetivo de debater os avanços, desafios e perspectivas, teve início, nesta terça-feira, 23, o I Seminário do Sistema Socioeducativo do Acre. O evento é promovido pelo Instituto Socioeducativo (ISE) e conta com a participação de servidores de Rio Branco, Brasileia, Cruzeiro do Sul e Feijó.

As palestras estão sendo ministradas por profissionais do Acre, Distrito Federal e Santa Catarina e seguem até o próximo dia 24. O trabalho em rede, parcerias interinstitucionais, experiências exitosas em outras regiões do país e avanços nacionais e locais alcançados nos últimos anos estão entre as temáticas abordadas no seminário.

Gladson Cameli destacou o relevante serviço desempenhado pelo Ise e seus profissionais no processo de ressocialização de menores infratores Foto: Marcos Vicentti/Secom

O governador Gladson Cameli fez questão de prestigiar a abertura do encontro estadual, que é realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC), na capital. O gestor parabenizou a iniciativa e destacou o relevante serviço desempenhado pelo ISE e seus profissionais no processo de ressocialização de menores infratores.

“Um evento como este é extremamente oportuno para discutir o nosso sistema socioeducativo. Com muito trabalho, temos avançado, mas é preciso superar outros desafios. Além da recuperação dos nossos jovens, precisamos criar as condições necessárias aos nossos servidores para que eles trabalhem com dignidade”, comentou.

O presidente do ISE, Mário César Freitas, lembrou que este tipo seminário é inédito no Acre e aproveitou a oportunidade para falar sobre o propósito do encontro. “Essas discussões visam buscar melhorias para o sistema, bem como a execução de medidas socioeducativas e a interação que deve haver entre os servidores por meio do compartilhamento de informações e integração entre os atores envolvidos”, expôs.

Presidente do ISE, Mário César Freitas, destacou que o seminário visa buscar melhorias para o sistema socioeducativo do Acre Foto: Marcos Vicentti/Secom

Agente socioeducativo há cinco anos, Davi Lins exerce suas funções na unidade Acre, em Rio Branco. Ele classificou o encontro como necessário para o aperfeiçoamento dos servidores do instituição. “Encaro esse seminário como mais um aprendizado e espero levar os ensinamentos ministrados aqui para o nosso dia a dia. Nossa profissão é cheia de desafios e iniciativas como esta só vêm a somar e elevar o nosso nível de conhecimento”, afirmou.

Atualmente, o ISE conta com cerca de 300 servidores em toda sua estrutura. Para reforçar o quadro de profissionais do órgão, um concurso público para o preenchimento de 322 vagas está em andamento. A previsão é que os futuros funcionários sejam convocados em 2022.