Sema na Expoacre Juruá

Sema promove palestra sobre monitoramento ambiental e distribui mudas em Cruzeiro do Sul

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) promoveu uma palestra sobre monitoramento e queimadas ilegais e apresentou os produtos que a equipe desenvolve no Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental do Estado do Acre (Cigma). O tema foi conduzido pelo coordenador do escritório de gestão do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA), Cláudio Cavalcante. Dentro da atividade promovida pela Sema, foram distribuídas aproximadamente 5 mil mudas frutíferas e florestais, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cruzeiro do Sul (Semeia).

“Essa parceria com a prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Semeia, mostra o nosso objetivo de melhorar a vida do acreano. Aproximadamente 5 mil mudas serão distribuídas durante a Expoacre Juruá e em breve vamos apoiar o plano de arborização da cidade, a pedido do prefeito Iderlei Cordeiro”, explicou o secretário de Estado de Meio Ambiente Israel Milani. A secretária de Meio Ambiente do município de Cruzeiro do Sul (Semeia), Suzana Farias, participou da palestra e da distribuição das mudas.

Palestra foi ministrada pelo coordenador do escritório de gestão do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA), Cláudio Cavalcante Foto: Neto Lucena

Na palestra, realizada no auditório Juruá, dentro da estrutura da Expoacre, os participantes puderam entender como acessar os dados disponíveis gratuitamente na internet. “Qualquer pessoa pode ter acesso às informações. O que a Sema faz, através da equipe do Cigma, é qualificar essas informações, fazendo os recortes que possam interessar tanto aos gestores quanto a população acreana”, argumentou Cláudio.

Os sites mais acessados para a coleta de informações para o monitoramento ambiental, segundo Cláudio, são o do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), da Agência Nacional de Águas (ANA), do Worldview e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Cerca de 5 mil mudas frutíferas e florestais foram distribuídas Foto: Neto Lucena

O Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental do Estado do Acre é composto pela Sala de Situação, pela Unidade Central de Geoprocessamento do Estado do Acre (UCEGEO), pelo escritório de gestão do CAR/PRA e pela Divisão de Geoprocessamento (DIGEO) do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac).