Secretaria de Turismo promove visita ao Sítio Histórico Quixadá

O objetivo do governo é envolver todos os públicos nos espaços com potencial turístico do estado (Foto: Diego Gurgel/Secom)
O objetivo do governo é envolver todos os públicos nos espaços com potencial turístico do estado (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Como parte da semana de atividades realizada pela Secretaria de Estado de Turismo e Lazer (Setul), que segue até o domingo, 27, mais de 40 pessoas atendidas pelo Centro Dia para Idosos visitaram nesta sexta-feira, 25, o Sítio Histórico Quixadá. O objetivo do governo é envolver todos os públicos nos espaços com potencial turístico do estado.

Ao som da banda do Forró do Senadinho, todos se confraternizaram numa prévia comemoração ao Dia Mundial do Idoso, em 1° de outubro.

A gestora da Setul, Rachel Moreira, falou da iniciativa. “Esse passeio foi pensado para o Centro Dia para apresentarmos um pedacinho da cidade aos idosos, um lugar aconchegante e cheio de histórias. Esse é o momento de retribuirmos com opções de lazer àqueles que já fizeram tanto e chegaram à terceira idade”, comenta.

Rachel Moreira, gestora da Setul, disse que passeio é uma retribuição carinhosa para os idosos (Foto: Diego Gurgel/Secom)
Rachel Moreira, gestora da Setul, disse que passeio é uma retribuição carinhosa para os idosos (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Considerada uma das maiores atrações de turismo cultural de Rio Branco, o Quixadá, localizado no km 20 da estrada que leva o mesmo nome, foi sede de seringais tradicionais durante a Revolução Acreana e a Era da Borracha.

Foi também palco das gravações da minissérie “Amazônia: de Galvez a Chico Mendes”. O local foi revitalizado pelo governo, em parceria com empresas privadas, e desde então passou a ser bastante visitado.

De acordo com Ana Paula Brant Ribas, coordenadora do Centro Dia – órgão ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) -, pessoas que têm acima de 60 anos são atendidas com profissionais de áreas múltiplas.

Fisioterapia, hidroginástica, educação física, terapia ocupacional e assistência social são alguns dos serviços oferecidos.

“Um dos objetivos do centro é fazer com que o idoso deseje estar lá e se envolva diariamente nesse processo, que tem ajudado muito no combate ao estado depressivo, ao isolamento e à quebra de vínculos familiares. Trabalhamos com foco no convívio social e na prevenção de problemas futuros”, explica.

Angêla Correia Mendes, 65 anos, chegou ao centro há mais de dois anos. Ela conta que hoje se sente com mais disposição e vontade de viver. Com muita energia, conheceu todos os espaços do Quixadá. “Esse passeio foi especial para nós”, disse.

Quixadá é considerada uma das maiores atrações de turismo cultural de Rio Branco (Foto: Diego Gurgel/Secom)
Quixadá é considerada uma das maiores atrações de turismo cultural de Rio Branco (Foto: Diego Gurgel/Secom)