RETROSPECTIVA

Secretaria de Turismo e Empreendedorismo avalia ações realizadas em 2023

A Secretaria de Estado de Turismo e Empreendedorismo do Acre (Sete) foi criada a partir do desmembramento da Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict) no início de 2023. A ação do governo teve como principal objetivo ampliar os investimentos nas áreas do turismo e do empreendedorismo. Com esse desafio, a atual gestão, liderada pelo secretário Marcelo Messias, assumiu a pasta no mês de março deste ano.

Rio Croa é uma das belezas naturais buscadas por turistas no Acre. Foto: Alice Leão/Sete

No segmento do turismo, o estado do Acre, por meio da Sete, participou dos principais eventos nacionais com o objetivo de divulgar os destinos e produtos turísticos do estado. Com isso já foi possível mensurar um resultado positivo, uma vez que as altas taxas de ocupação nos voos, hotéis e pousadas refletem um aumento no número de visitantes no Acre, visitantes estes, que buscam na Serra do Divisor, no Croa, na Reserva Cazumbá-Iracema e na Trilha Chico Mendes, o turismo de experiência, de natureza, religioso, de base comunitária, observação de pássaros e o etnoturismo que tem se destacado por meio dos festivais indígenas, que atraem muitos turistas estrangeiros em busca do turismo de experiência.

Festival Puyanawa 2023. Um dos eventos indígenas promovidos no estado do Acre. Foto: Secom

Ao longo desses dez meses de gestão, a Sete participou dos principais eventos nacionais relacionados ao turismo e ao empreendedorismo, como a Expo Peru, em São Paulo; Inspira Ecoturismo, em Mato Grosso do Sul; Feira Internacional de Turismo na Amazônia (Fita), no Pará; Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), em Pernambuco; Exposição da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), no Rio de Janeiro; Feira Nacional de Artesanato e Cultura (Fenacce), no Ceará; e Salão Nacional do Artesanato e Salão Nacional do Turismo, ambos em Brasília.

Estande do Acre na Feira Internacional de Turismo na Amazônia (Fita), em Belém. Foto: Cedida

A participação nos eventos tem sido uma estratégia adotada pela Sete para divulgar não somente os atrativos turísticos do estado, mas também o artesanato acreano que tem ganhado notoriedade nas últimas feiras, alcançando a marca de ser o primeiro colocado em valores de vendas na Fenacce e no Salão do Artesanato em Brasília. A versatilidade das peças do artesanato do Acre tem encantado visitantes das feiras e, principalmente, lojistas que compram e fazem encomendas de peças de marchetaria, cestaria, biojoias, artigos de decoração e sapatos de borracha, entre outras.

“Esse ano de 2023 ficou muito marcado pra gente, porque o governo do Estado, por meio da secretaria, nos proporcionou participar das feiras nacionais e divulgar ainda mais o nosso artesanato. A que mais me marcou foi a Fenacce que ocorreu em Fortaleza, onde participamos de rodadas de negócios e alguns países estão entrando em contato com a gente para fazer encomendas, como o Japão, Irlanda e os Estados Unidos”, disse empolgada a artesã, Márcia Lima.

Quanto ao empreendedorismo, o governo do estado também tem atuado no apoio aos empreendedores de pequenos negócios, tanto no suporte nos eventos, como também na realização de feiras. Iniciativas que contribuem de forma significativa com a renda mensal de muitas famílias.

Também foi ofertada uma capacitação, um curso de gastronomia regional de baixo carbono, com o apoio do Programa REM Acre Fase II e do Instituto Estadual de Educação Profissional Tecnológica (Ieptec), para empreendedores do segmento turístico, um total de 47 pessoas das localidades Seringal Cachoeira, Reserva Cazumbá-Iracema, Rio Croa, Serra do Divisor e Trilha Chico Mendes.

O presidente da Associação de Desenvolvimento Agroecológico e Ambiental da Bacia do Croa (Asaebrical), Francinildo Nunes, afirmou: “A Secretaria de Turismo nos proporcionou o curso de gastronomia, está levando várias atividades pra lá, projetos para o próximo ano, porque a gente tem que fazer em um ano para colher no outro, tem que plantar para poder colher e está dando certo”.

Secretário de Estado de Turismo e Empreendedorismo, Marcelo Messias. Foto: Ascom/Sete

Ao se referir à importância da qualificação, a moradora do Seringal Cachoeira e participante do Curso de Gastronomia, Cirlei Gomes disse: “A gente mora numa comunidade que é bem visitada, recebe as pessoas na casa da gente, então tem que ter pessoas capacitadas para receber”.

“A avaliação que a gente faz é uma avaliação positiva e temos alcançado resultados que nem esperávamos que já viessem este ano. O turismo no Acre tem tido um grande crescimento, principalmente no que se refere ao turismo de experiência, turismo de natureza, turismo religioso, turismo de base comunitária, observação de pássaros e o etnoturismo.  A prova disso é o aumento do turismo internacional que tivemos no Acre em 2023, comparado com 2022. Sabemos que ainda tem muito a ser feito, como por exemplo a reestruturação de alguns pontos turísticos em nosso estado, mas para quem está apenas há dez meses à frente desta pasta, o sentimento é de dever cumprido. Aproveito para agradecer toda a equipe da secretaria, aos nossos diretores e demais colaboradores, pelo empenho neste ano de 2023”, disse o secretário Marcelo Messias.