Aids e redução de danos

Saúde participa de evento sobre aids e redução de danos no Brasil

Representante da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) participa, em Campo Grande (MS), de evento realizado entre os dias 16 a 18 deste mês, em alusão aos 30 anos de AIDS e redução de danos no Brasil. A divisão de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) da Sesacre esteve presente, com a Ong Aredacre, em que estão presentes as demais Ongs de todo Brasil.

Durante o evento estão sendo avaliadas novas estratégias de reduzir danos nas pessoas vivendo com HIV/AIDS na assistência e com relação às linhas de cuidados.

Compondo uma das mesas de debate, Maria do Carmo Guimarães, gerente da divisão de IST/Aids da Sesacre falou sobre as linhas de cuidados Foto: Cedida

Compondo uma das mesas de debate, Maria do Carmo Guimarães, gerente da divisão de IST/Aids da Sesacre falou sobre as linhas de cuidados.

“Na mesa tratei sobre a redução de danos, por meio de ações estratégicas de proteção de cuidado e auto-cuidado, possibilitando mudança de atitude frente a situações de vulnerabilidade”, comentou Maria do Carmo.

O objetivo do evento segundo a gerente da divisão de IST/Aids é justamente implementar e discutir as políticas públicas direcionadas para as populações consideradas prioritárias, que são, lgbts, população de rua, usuários de álcool e outras drogas.

Também foi discutida a inclusão reestruturação dos serviços que são ofertados hoje a essas populações, por meio da construção de novas políticas, para que essa população prioritária não fique desassistida pelo SUS.

“Enquanto estado temos que está incluindo inserindo essas populações dentro do nosso sistema, a questão do acolhimento, da retomada do centro de testagem e aconselhamento a também fazendo a implementação do Serviço de Assistência Especializado (SAE)”, acrescenta Maria do Carmo.