Saúde Itinerante adia atendimento da Aldeia Mutum

A ação do programa Saúde Itinerante foi adiada a pedido do líder da tribo Yawanawa (Foto: Sérgio  Vale/Secom)
Ação do programa Saúde Itinerante foi adiada a pedido do líder da tribo Yawanawa (Foto: Sérgio Vale/Secom)

A pedido do líder da tribo Yawanawa, foi adiada a ação do programa Saúde Itinerante que seria realizada neste fim de semana, 7 e 8, na Aldeia do Mutum, em Tarauacá.  Segundo a coordenadora do programa, Celene Maia, o líder alegou falta de tempo para concentrar as cinco aldeias em uma só comunidade.

“Ele disse que, por problemas de planejamento, tanto financeiros quanto organizacionais, não foi possível manter a concentração das aldeias. Para não prejudicar o atendimento nem as pessoas que seriam beneficiadas, achou melhor deixarmos para março”, explicou.

Próximo atendimento

Próximo fim de semana, 14 e 15, a equipe do Saúde Itinerante realizará atendimento na Reserva Cadumbá, próxima ao Rio Caeté, em Sena Madureira. O objetivo é atender todas as pessoas da comunidade e a população ribeirinha. A expectativa de atendimento é de mil pessoas.

Médicos especialistas, como clínico geral, dermatologista, ginecologista, gastroenterologista e pediatra, estarão realizando consultas e exames laboratoriais, ultrassons e eletrocardiogramas.