Remoção

Samu e Ciopaer realizam resgate de bebê em Brasileia

Uma parceria que vem salvando vidas há pelo menos dois anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Centro Integrado de Operações Especiais (Ciopaer) realizaram nesta sexta-feira, 6, mais um resgate, garantido agilidade para o atendimento rápido de um bebê de 10 dias.

A criança foi encaminhada ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Foto: cedida

O bebê estava sendo tratado em Brasileia, mas é natural de Assis Brasil. De acordo uma das responsáveis pelo transporte, Thaís Vasconcelos, a mãe percebeu que a criança não estava bem.

“A mão percebeu que ele aparentava ter uma quadro gripal e foi quando ela percebeu que além do problema respiratório o bebê também apresentava febre e começava a ficar com a boca e mãos rochinhas”, relatou Thaís.

O resgate saiu às 13h do Hospital Geral do Alto Acre, em Brasileia, sendo encaminhada para o Pronto-Socorro de Rio Branco.

Remoções Aeromédicas

Uma das principais estruturas da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o Ciopaer, foi implantado no Acre em setembro de 2009. No entanto, foi em 2019, na gestão Gladson Cameli, que a frota triplicou, e atualmente conta com dois helicópteros e dois aviões.

Dessa maneira, as aeronaves foram colocadas à disposição para o atendimento emergencial de pacientes críticos. Durante os picos da pandemia de covid-19 garantiu que muitas pessoas recebessem rápida assistência.

Para as remoções o Samu aciona a equipe do Ciopaer, e juntos travam batalhas contra o tempo, para salvar vidas.