Saúde Mental é o tema da nossa entrevista de hoje

Psiquiatra Fabiano Airão tira as dúvidas sobre o tema respondendo perguntas como as causas da Síndrome de Down

Você sabia que segundo levantamentos epidemiológicos realizados no Brasil, apontam para o fato de que em torno de 31 a 50% da população apresenta durante a vida pelo menos um episódio de algum transtorno mental e que desses cerca de 0 a 40% necessita de algum tipo de ajuda profissional? Os problemas de saúde mental podem ser o resultado de diferentes tipos de experiência na vida de uma pessoa, desde eventos que ocorreram na infância à idade mais avançada. Mas, segundo especialistas, é um erro distinguir doença "mental" e doença "física". Isso porque, tal como doenças físicas, transtornos mentais podem ter uma natureza biológica. E muitas doenças físicas também podem ter um forte componente emocional.  

Na nossa entrevista de saúde, o psiquiatra Fabiano Airão responde as perguntas da nossa enquete sobre síndrome de down, esquizofrenia e síndrome do pânico.  


talndia_maciel_de_freitas_estudante_1.jpgTalândia Maciel de Freitas, estudante – A Síndrome de Down é hereditária? Quais as causas dessa doença?

Fabiano Airão – A síndrome de Down é uma doença congênita causada por alterações do material genético que compõe as células do indivíduo. O principal fator de risco para o aparecimento da doença é a idade materna. Em mães com idade de 20 é de 1/1925, em idade de 25 é de 1/1205, em idade de 30 é de 1/885, em idade de 35 é de 1/365, em idade de 40 é de 1/110, em idade de 45 é de 1/32 e aos 49 de 1/11.


francisca_nunes_texeira_dona_de_casa_1.jpgFrancisca Nunes Texeira, dona de casa – Quais as doenças mentais mais comuns?

Fabiano Airão – As doenças mentais mais comuns são os tanstornos depressivos e os transtornos de ansiedade.


fernando_soares_acadmico_de_direito_1.jpgFernando Soares, acadêmico de direito – Quais os principais aspectos da esquizofrenia na adolescência?

Fabiano Airão – Ocorre inicialmente mudança do comportamento do adolescente (por exemplo: passa a se isolar, descuido com a higiene, recusa em ir a escola). Posteriormente o adolescente passa a ter alterações como falar ou rir só frequentemente, comentar assuntos estranhos como suspeitas de estar sendo perseguido, observado, ou repetidamente sobre religião. Pode ficar agitado ou até mesmo agressivo, inclusive com familiares.


cilene_rocha_recepcionista_1.jpgCilene Rocha, recepcionista – O que é a Síndrome do Pânico?

Fabiano Airão – A síndrome do pânico ou transtorno do pânico como é atualmente chamado é uma doença em que a pessoa apresenta episódios de ansiedade intensa que se repetem. Esses episódios de ansiedade se caracterizam por sensações de falta de ar, coração acelerado, tremor e frio nas mãos, suor, tonteira, dorência no corpo, sensação de desmaio, desconforto no estômago, medo intenso de morrer ou de enlouquecer.