Rio Branco investiu R$ 70 milhões em saneamento básico em 2015

Rio Branco é considerada a segunda melhor da região Norte em tratamento de esgoto (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Somente em 2015, foram investidos R$ 70 milhões em saneamento básico (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O Instituto Trata Brasil divulgou nesta semana o Ranking do Saneamento, avaliando os resultados das 100 melhores cidades no Brasil, a partir dos dados oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), edição 2015.

Rio Branco se apresenta como uma das cidades que mais investiu em saneamento básico. Somente em 2015, algo em torno de R$ 70 milhões foi aplicado em ações de saneamento básico.

No que diz respeito a tratamento de esgoto, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) contesta o dado do relatório do instituto que coloca Rio Branco com apenas 21,33% do seu esgoto tratado.

“O Trata Brasil só leva em consideração o trabalho que é realizado pelas estações convencionais de tratamento de esgoto. As ações individuais, que são realizadas pelas 70 estações compactas de tratamento de esgoto, distribuídas em vários bairros da capital, não constam no relatório”, esclareceu o diretor técnico do Depasa, Anderson Mariano.

O Depasa estima que, se os dados fossem levados em consideração, Rio Branco teria não somente 21,33%, como foi apontado, e sim 53% do esgoto tratado, o que a colocaria entre as dez melhores cidades do Brasil no setor.

Ainda segundo Mariano, no quesito abastecimento de água, a média da Região Norte é de 54%, e a de Rio Branco, 54,69%.

No que diz respeito a tratamento de esgoto, a média do Norte é de 14%, e a de Rio Branco, 21,33%, o que deixa a capital acreana como a segunda melhor da região, atrás apenas de Boa Vista (RR).

Mariano destaca ainda que, com os investimentos em curso, sobretudo na ampliação das redes coletoras e na finalização do programa Ruas do Povo, projeta-se que, ao fim de 2018, será possível tratar aproximadamente 90% dos efluentes domésticos produzidos na capital.