Residentes em enfermagem iniciam qualificação

Aulas práticas e teórica serão ministradas na Fundação Hospitalar do Acre durante dois anos

aula_inaugural_fundhacre_foto_gleilson_miranda_02.jpg
aula_inaugural_fundhacre_foto_gleilson_miranda_03.jpg

Aula inaugural marcou início da formação da primeira turma de residência em enfermagem do Acre (Fotos: Gleilson Miranda/Secom)

A aula inaugural da primeira turma de residência em enfermagem hospitalar da Fundação Hospitalar do Acre (Fundahacre) reuniu residentes, os preceptores e os representantes do Departamento de Ensino e Pesquisa da Secretaria de Saúde na manhã desta segunda-feira. A qualificação faz parte do Programa de Residência e está dividida em cinco campos. Ao longo de 24 meses os residentes participarão de atividades práticas teóricas nas áreas de oncologia, nefrologia, UTI, clínica médica e cirúrgica e centro cirúrgico.

A enfermeira Juliana Berg é uma das residentes aprovadas em concurso. Ela acredita que a residência irá possibilitar o aperfeiçoamento do que foi apresentado na Universidade, possibilitando maior experiência no trabalho desenvolvido por profissionais de enfermagem nos hospitais. “Teremos a visão mais focada na questão hospitalar”. Já o enfermeiro Márcio Felipe completou dizendo que o período de residência permite o aprendizado em vários campos de atuação.

O programa de residência em enfermagem foi implantado pela Secretaria de Estado de Saúde por meio do Departamento de Ensino e Pesquisa visando a melhoria da qualidade de vida e promoção a saúde. 

De acordo com o coordenador da Residência em Enfermagem Hospitalar, George Patrício de Souza, o objetivo final da residência é qualificar os profissionais de forma com que eles apresentem uma visão crítica no âmbito hospitalar. “Nosso foco é a humanização da assistência, a melhoria dos serviços prestados”.