infraestrutura

Reforma do Hospital Dr. Abel Pinheiro, em Mâncio Lima, avança para a fase de conclusão

Na tarde da segunda-feira, 28, a Coordenação da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) no Juruá, Tarauacá e Envira, representada por Catiana Rodrigues e pela assessora jurídica Carina Walesca Lima, realizou vistoria aos serviços de reforma e ampliação que vêm sendo realizados no bloco A do Hospital Dr. Abel Pinheiro, em Mâncio Lima.  

A obra é uma ação estratégica da gestão de Gladson Cameli, que, com a visão de reestruturar toda a rede hospitalar da região do Juruá, garante a oferta de melhores serviços de saúde para quem reside na região. 

A reforma e ampliação do Hospital Dr. Abel Pinheiro é ação estratégica da gestão de Gladson Cameli. Cerca de 50% da reforma do bloco A está concluída. Foto: Diego Silva/ Secom

Exemplo disso é a entrega do bloco B, realizada em abril de 2020 pelo governador, que vem propiciando às equipes melhores condições de trabalho e aos pacientes um tratamento mais digno quando necessitam de serviços nos leitos clínicos masculinos, femininos e infantis, salas de parto e pós-parto, e centros cirúrgicos e de enfermaria. 

“Em média, realizamos três mil atendimentos mensais. São pacientes do município, de ramais, comunidade, vilas e cidades vizinhas, como Rodrigues Alves. Mâncio Lima agradece ao governo pela nova realidade que vivenciamos dentro do nosso hospital”, afirma a gerente de Assistência da unidade, Maria Conceição Silva. 

O bloco B, que foi entregue em abril de 2020, realiza a média de 3 mil atendimentos mensais. Foto: Diego Silva/ Secom

Após finalizados os serviços, o governo terá investido mais de R$ 2 milhões em melhorias que contemplam a recuperação da cobertura, forro e piso do hospital; o revestimento de paredes e esquadrias; e a restauração de portas, banheiros e janelas; além de contemplar a unidade com uma nova pintura e demarcação dos espaços de mobilidade específicos para deficientes físicos em tratamento. 

“Temos 50% das obras já concluídas. Realizamos, neste momento, a parte de acabamento do bloco A, onde serão feitas a pintura e o forro. Ao todo, o bloco tem 21 salas e temos a previsão de entregá-lo em agosto”, informou a engenheira residente da obra, Caroline Pinheiro. 

A ala da Covid-19 possibilita que pacientes em estados menos graves da doença sejam tratados em Mâncio Lima. Foto: Diego Silva/Secom

A coordenação da Sesacre no Juruá destaca os avanços que as obras trouxeram neste momento de pandemia ao município, que tem 3.288 pacientes curados da Covid-19. “No bloco B, temos uma ala que nos possibilita a observação de pacientes acometidos pela doença. Com essas internações, evitamos que os casos menos graves sejam encaminhados para o Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Quero agradecer ao governador Gladson Cameli, a toda a equipe da Sesacre e aos profissionais de saúde, que não têm medido esforços para melhor atender a população do Juruá”, pontuou Catiana Rodrigues.