Virada do ano

Queima de fogos encanta multidão por cerca de 15 minutos celebrando a chegada de 2022

O governo do Estado manteve a tradição e realizou show pirotécnico com queima de fogos para celebrar a chegada de 2022, às margens do rio Acre, na área central, num espetáculo que durou cerca de 15 minutos e pôde ser assistido pela multidão de mais de 10 mil pessoas, distribuídas no Novo Mercado Velho, Base e calçadão da Gameleira.

População prestigia festa da virada de ano. Foto: Sérgio Vale/Cedidas.

A população, maioria composta por famílias inteiras com idosos, crianças, jovens e adultos, compareceu, celebrou, sorriu, aplaudiu, comemorou, demonstrando contentamento para com a iniciativa do poder público de manter a tradição com a festa popular de Réveillon.

Famílias comparecem à Gameleira, num clima de celebração, na festa da virada promovida pelo governo do Estado. Foto: Sérgio Vale/Cedidas.

Para garantir segurança e normalidade, a Polícia Militar realizou policiamento ostensivo em toda a região por onde ocorreram os festejos, assim como o Corpo de Bombeiros e a Companhia de Trânsito, que atuou para que o tráfego se desse sem grandes transtornos.

Queima de fogos durou cerca de 15 minutos. Foto: Pedro Devani.

“Tivemos um ano difícil, assim como o resto do Brasil e do mundo, com muitas dificuldades, tristezas e perdas. Portanto, estar feliz, festejando a chegada do ano novo, dentro das normas sanitárias, claro, é atrair boas energias para novos tempos, com saúde e muitas realizações. Merecemos”, defendeu o governador Gladson Cameli.

Família compareceu para assistir os fogos da virada sonhando com um novo ano com mais saúde e menos violência. Foto: Sérgio Vale/Cedidas.

A família de Eliandro Oliveira e Neida Araújo, composta por quatro filhos de 3, 4, 10 e 15 anos, se arrumou cedo, vestiu a melhor roupa e compareceu para festejar a virada do ano assistindo os fogos. Eles esperam o ano com mais saúde e menos violência.

“Está de parabéns o governador por manter essa festa para nós. Desejo que neste ano novo ele consiga colocar em prática os projetos que ficaram parados por causa da pandemia”, reconheceu Eliandro Oliveira.

Professor Moisés parabenizou o governo por manter a festa e disse que as famílias merecem comemorar. Foto: Sérgio Vale/Cedida.

O professor Moisés Silva de Paula compareceu ao show da virada no Centro de Rio Branco, mesmo levando os dois filhos pequenos de colo. Ele se disse satisfeito com a realização da festa, que, segundo ele, prestigia centenas de famílias que não têm condições de pagar. Ele sonha com um ano novo com mais prosperidade para as famílias e muita saúde.

“Saúde para a minha família e para todos também e prosperidade é o que desejo”, finalizou Moisés de Paula.

Uma novidade é que esse ano foram utilizados fogos de artifício sem estampido. Os chamados “fogos de vista” garantem que pessoas sensíveis a barulhos e animais de estimação tenham uma virada de ano mais confortável e segura. O alto barulho derivado dos fogos de artifício tradicionais pode causar um estímulo excessivo em pessoas com transtorno do espectro do autismo, por exemplo.