Projetos sociais e políticas de segurança transformam ZAP 5 em Território de Paz

Ações visam a conscientização das comunidades sobre a importância do combate à violência

pronasci_foto_gleilson_miranda_03.jpg

Quatro territórios foram escolhidos para colocar em prática ações do Pronasci (Foto: Gleilson Miranda/Secom/Secom)

Os moradores dos bairros Mauri Sérgio, Santa Inês e do entorno que compõe a Zona de Atendimento Prioritário 5 (ZAP) conheceram na tarde desta quarta-feira, 10, os 25 projetos nas áreas de qualificação e valorização dos profissionais de segurança e na área social. Os estandes foram montados na escola Josué Fernandes para exemplificar as mudanças que chegam à comunidade com a transformação do local em Território da Paz.

Inicialmente, quatro territórios foram escolhidos para colocar em prática as ações do Pronasci, entre eles o da ZAP 5. O foco do programa é a comunidade, para isso serão realizadas ações educativas, de conscientização e de fortalecimento dos valores da cidadania, ampliando assim a presença de programas sociais do governo em bairros e regiões mais vulneráveis.

Dentro desse contexto e para garantir a eficácia das ações, o governo federal, em parceria com o Governo do Acre e prefeitura de Rio Branco, irá investir no cuidado com os jovens entre 15 e 24 anos, oferecendo oportunidades de qualificação profissional.

Antônio Marçal da Silva Junior, 18, é um dos selecionados para fazer parte do projeto. O adolescente integra o grupo dos 220 jovens que irão participar durante um ano, com carga horária de 800 horas, de oficinas de cidadania e de cursos profissionalizantes e também de atividades culturais e esportivas. Como incentivo, receberão um auxílio mensal de R$ 100. “Espero ter mais chances de uma vida melhor”, destacou Antônio.

Para a presidente do bairro Mauri Sérgio, Roza Lúcia Gouveia, os projetos ajudam a tirar os jovens das ruas, diminuindo o tempo ocioso e oferecendo oportunidades de um futuro mais promissor. Ela destaca ainda que a presença mais efetiva da polícia no bairro, de forma preventiva e ostensiva, irá ajudar a diminuir a violência e aumentar a cultura de paz. “Este é um bairro violento, que precisa de ações como as do Pronasci para garantir mais qualidade aos moradores daqui.”

pronasci_foto_gleilson_miranda_01.jpg

Projetos ajudam a tirar os jovenas das ruas, diminuindo o tempo ocioso e oferecendo oportunidades (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Além das ações sociais, a política de valorização e qualificação dos profissionais de segurança, também faz parte dos projetos do Pronasci. Entre eles está o Bolsa Formação, que garante apoio financeiro aos policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários, e o Plano de Habitação, através do qual os profissionais têm vantagens para adquirir a casa própria. “Essas ações garantem mais um estimulo para que cada vez mais possamos trabalhar melhor”, ressaltou o comandante do 2° Batalhão da Polícia Militar, Ricardo Brandão. O comandante salienta ainda que a aquisição de equipamentos de trabalho também contribui para a execução das atividades.