Profissionais da segurança pública participam de cursos de formação

Neste ciclo mais de 3.300 vagas foram disponibilizadas para os 35 cursos oferecidos em parceria pela Senasp e Governo do Acre

pronasci_curso_foto_gleilson_miranda_01.jpg

Curso é voltado para agentes de polícia, delegados, peritos, bombeiros e pessoal administrativo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Os profissionais ligados à segurança iniciaram nesta quinta-feira, 26, o 15° ciclo de cursos de formação na modalidade Ensino a Distância (EAD). Foram disponibilizadas no país 150 mil vagas para os 35 cursos oferecidos gratuitamente. No Acre já estão matriculados 3.306, e os cursos mais procurados foram os de Crimes Ambientais, Direitos Humanos e Uso da Informação.

A formação EAD faz parte do conjunto de projetos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Um dos requisitos para que os profissionais da segurança pública recebam a Bolsa Formação de R$ 400 é a participação anual em pelo menos um curso oferecido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em parceria com os governos estaduais.

De acordo com a gestora do telecentro de Rio Branco, Maria do Carmo e Silva, a rede nacional de EAD, é destinada a agentes de polícia, delegados, peritos, bombeiros, agentes penitenciários, policiais militares e pessoal administrativo da Polícia Civil e Militar, do Instituto de Administração Penitenciária e Corpo de Bombeiros. As unidades de telecentro são disponibilizados para auxiliar os alunos no aprendizado e avaliação.

“A formação investe na valorização do profissional com a proposta de oferecer mais qualidade aos serviços prestados”, destacou Maria do Carmo. A gestora salienta ainda que já está em processo de encerramento a implantação de telecentros nos municípios de Sena Madureira, Brasiléia e Cruzeiro do Sul.

O agente penitenciário Luiz Paulo já participou de 15 cursos da rede de EAD. Neste ciclo irá concluir os cursos de Planejamento Estratégico e Mediação de Conflitos. “Os cursos nos auxiliam em nossa vida profissional. Já utilizei os novos conhecimentos em alguns procedimentos”. Já para o tutor e aluno João Evangelista as aulas permitem a especialização dos profissionais em segurança pública. “Conclui 20 cursos do EAD e continuo estudando pelo prazer de conhecer coisas novas”.

Saiba mais sobre a Rede Nacional de EAD: Criada em 2005 pela Secretaria Nacional de Segurança Pública em parceria com a Academia Nacional de Polícia, a Rede Nacional de Educação a Distância é uma escola virtual destinada aos profissionais de segurança pública no Brasil, que tem como objetivo viabilizar o acesso dos profissionais aos processos de aprendizagem, independentemente das limitações geográficas e sociais existentes. Os cursos são disponibilizados através de ciclos. São mobilizados mil e duzentos tutores ativos para as mais de duas mil turmas que contam com até 50 alunos por sala virtual.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest