Professores fazem mobilização em campanha nacional

Governo do Acre adota política de valorização dos profissionais, para que professores sejam graduados e recebam piso salarial de R$ 1.675 para nível superior

Professores do ensino público infantil, fundamental e médio das redes municipal, estadual e federal de todo o país realizam nesta terça-feira, 16, o Dia Nacional de Mobilização. A atividade foi programada pela Conferência Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) com a proposta de cobrar a implementação do piso salarial nacional de R$ 950 para professores que cursaram o ensino médio.

No Acre, a mobilização acontece pela manhã, em frente ao Senadinho. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Manoel Lima, o Conselho Deliberativo da entidade aprovou a campanha conjunta para que os funcionários de apoio também recebam o piso salarial nacional estabelecido pela legislação aos professores.

Jean Mauro, chefe da divisão de Gestão da Secretaria de Estado de Educação, destaca que o Governo adotou a política de valorização dos profissionais em educação, possibilitando que os professores fossem graduados, passando a receber o piso salarial de R$ 1.675 para nível superior. "Os professores da rede estadual que ainda não têm nível superior estão em processo de formação."
Pela proposta da CNTE, a campanha será marcada por ações todos os dias 16, até o fim do ano. Em 16 de outubro professores aproveitam o Dia do Professor para programar atividades. Em 16 de novembro, haverá entrega de panfletos e em 16 de dezembro, mobilizações nos Estados.