reforço da esperança

Prestes as completar 15 anos, Hospital do Câncer comemora êxitos em atendimentos

“Impossível expressar o tamanho da gratidão pela cura, por minha vida. Deus abençoe o governo do Estado e a equipe que trata a gente aqui, junto a nossos familiares”, reconheceu Rosineide Lima, 40 anos, uma das 10.886 pacientes cadastradas na Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), que, às vésperas de completar 15 anos de instalação no Acre, neste oito de junho, comemora bons êxitos na prestação de serviços para a população.

Trabalho da equipe humanizada traz melhores respostas aos tratamentos. Foto: Neto Lucena/Secom

Rosineide foi curada de um câncer nos ovários após ser submetida ao tratamento aqui mesmo no Acre. Ela enfatiza a alegria de ver os constantes investimentos do governo no setor, pois, segundo ela, as recentes inovações em instalações e equipamentos representam mais vidas salvas contra a doença.

Os registros dessas quase 11 mil pessoas na Unacon se referem aos últimos 10 anos, tempo em que o paciente tratado fica em acompanhamento, mesmo que tenha sido curado. A média de registros de novos pacientes é de 900 novos casos por ano.

Em tratamento contra o câncer de mama, a média é de 100 novos casos por ano. Atualmente, a unidade em oncologia tem 650 pessoas em tratamento mensal, sendo 300 de quimioterapia, mais 300 de hormonioterapia e 50 de radioterapia.

Serviço ambulatorial atende as mais variadas áreas da oncologia no Acre, em demanda sempre crescente. Foto: Neto Lucena/Secom

A Unacon é o único hospital com especialidade em oncologia do estado do Acre, ofertando tratamento de quimioterapia adulto e infantil, cirurgias oncológicas e radioterapia. Está equipada com 16 leitos para internação, inclusive atendimentos de emergência, que podem ocorrer durante 24 horas, de segunda a segunda.

Além de ser referência no atendimento de todos os casos de cânceres no estado, a unidade também já é referência em atendimento a usuários de estados vizinhos, como Rondônia, Amazonas, Roraima, além de atender pessoas de outros países, como Bolívia e Peru.

Condição conquistada, sobretudo, no governo Gladson Cameli, mediante investimentos pontuais nesses últimos anos, como, por exemplo, a reforma das sete salas de ambulatórios, retorno da radioterapia e, mais recentemente, do serviço de tomografia, que possibilita o planejamento para radioterapia e diagnósticos.

Cadeiras equipadas com sistema elétrico que auxilia no tratamento oncológico. Foto: Neto Lucena/Secom

Os investimentos não param por aí, e incluem ainda a entrega de novas camas elétricas para a emergência, poltronas elétricas para o tratamento de quimioterapia adulto e infantil, implantação do tratamento de braquiterapia (radioterapia interna), que já está em processo de instalação, com adaptação da sala.

As benfeitorias do governo incluem a estrutura física também, com reforma da recepção principal e emergência da unidade, cujas ordens de serviço foram assinadas no início deste mês, pelo governador Gladson Camelli.

Expediente

Agendamentos para atendimento na Unacon são regulados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Foto: Neto Lucena/Secom

A unidade funciona de segunda a sexta feira, das 7h às 18h, com todos os agendamentos de consultas regulados pelo Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), ofertando especialidades em  oncologia clínica, pediátrica, onco-hematologia, radioterapia, cirurgia oncológica, mastologia, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia torácica, ginecologia, urologia, clínica da dor e genética.

O serviço conta com equipe multidisciplinar em fisioterapia, atendimento psicológico, assistente social, e com os profissionais de apoio nos serviços ambulatoriais de quimioterapia, radioterapia, emergência oncológica e cuidados paliativos.

A gerente administrativa da Unacon, Nilcy Vilaço, lembra que a unidade foi inaugurada em 8 de junho de 2007, mediante parceria do governo do Estado com o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional do Câncer (Inca) como unidade de alta complexidade em oncologia, porque possui todas as condições técnicas, equipamentos e recursos humanos adequados.

Unacon é credenciada como de alta complexidade porque está equipada para essa prestação de serviços em oncologia . Foto: Neto Lucena/Secom

“Para tanto, contamos com o total apoio do governo, com investimentos constantes, capazes de assegurar a melhor prestação de assistência para o diagnóstico definitivo e tratamento das neoplasias malignas”, explicou Vilaço.

Felício Carneiro Ferreira, 59 anos, é um dos pacientes da Unacon, que luta há quase dois anos contra um câncer na próstata. Ele lembra que voltou a andar graças ao trabalho humanizado, pois quando iniciou o tratamento andava de cadeira de rodas.

“O hospital passa a ser a nossa casa e a equipe é como a nossa família. É uma felicidade ter um governo que cuida da nossa casa, pois as melhorias com aparelhos e obras são diárias. É como um pai cuidando da gente e  aproveito a oportunidade para pedir a instalação de um ar-condicionado ou ventilador na nossa sala de troca de sonda”, solicitou Felício Carneiro.