Os cinco mil candidatos selecionados no programa CNH Social, promovido pelo governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), têm até as 14 horas desta quarta-feira, 6, para solicitar abertura de seus processos de primeira habilitação, adição e mudança de categoria.

Não abertura do processo resulta em desclassificação do selecionado. Foto: Ascom/Detran

O procedimento deve ser realizado presencialmente na Unidade de Habilitação do Detran, na capital, ou em uma das 14 unidades da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretrans), nas cidades do interior, ou ainda pelo e-mail detrancnhsocial@gmail.com, para os candidatos residentes em localidades onde não há representação do Detran.

Todos os procedimentos a serem cumpridos pelas pessoas selecionadas estão descritos no edital do certame, publicado no Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) e disponíveis no portal do Detran. A abertura do processo é realizada mediante apresentação de documentação pessoal do candidato e comprovante de residência.

Finalizando a abertura do processo no âmbito do Detran, o passo seguinte é realizar os exames médico o psicológico e, estando apto, deve-se procurar uma autoescola credenciada para se matricular no curso teórico.

O programa

O maior programa de inclusão social da história da autarquia estadual de trânsito foi instituído em 2022 pelo governador Gladson Cameli, quando beneficiou mais de duas mil pessoas. Ampliado, o CNH Social vai atender 20 mil cidadãos até fim de 2026, sendo cinco mil em cada ano.

Executado nos 22 municípios acreanos, o programa contempla pessoas de baixa renda, inscritas no Cadastro Único dos Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal.