Acre 57 Anos

População acompanha cerimônia em comemoração aos 57 anos do Estado do Acre

Solenidade no Calçadão da Gameleira foi marcada pela alegria do público que compareceu em peso para a celebração histórica

Dona Aldeci Freitas fez questão de ser uma das primeiras a chegar ao Calçadão da Gameleira, no Centro Histórico de Rio Branco, para acompanhar as festividades em comemoração aos 57 anos da elevação do Acre a categoria de Estado.

Dona Aldeci Freitas fez questão de ser uma das primeiras a chegar ao Calçadão da Gameleira Foto Odair Leal

“Cheguei cedo porque queria garantir o melhor lugar para acompanhar essa linda festa e também para não perder a apresentação do meu neto que está internado na pousada do menor”, explicou.

Acreana de Xapuri, a história de dona Aldeci se confunde com a de muitos outros que vivem nesta porção da Amazônia Ocidental. Nascida no Seringal Vila Nova, por muitos anos cortou seringa para ajudar no sustento da família.

Atualmente, a mulher de 68 anos de idade vive no bairro Cidade do Povo e faz questão de dizer que não troca o Acre por nem um outro lugar.

“Esta é uma terra muito boa para a gente viver. Há muito anos atrás, tudo era mais difícil, mas eu sempre gostei da minha terra e levarei ela comigo para sempre em meu coração. Eu gosto muito do meu Estado do Acre”, enfatizou.

A jovem Sarah Ludmyla, estudante do Colégio Militar Tiradentes, estava empolgada com a apresentação que iria realizar perante o público e autoridades presentes à solenidade histórica.

“É um momento muito especial que eu e meus colegas estamos vivendo aqui neste dia pois estamos representado todos os estudantes do Acre e isso é uma responsabilidade muito grande para todos nós”, ressaltou.

Sarah disse ainda que tem orgulho de ser acreana e que participar da solenidade que marca este momento histórico foi emocionante.

A jovem Sarah Ludmyla, estudante do Colégio Militar Tiradentes, estava empolgada com a apresentação que iria realizar Foto Odair Leal/Secom

“Eu tenho um sentimento muito grande de amor pelo Acre porque é o lugar onde nasci e quero viver aqui por muitos anos e estar nesta festa só me deixa ainda mais orgulhosa e bastante emocionada, também”, salientou.

As apresentações das bandas da Polícia Militar, Exército Brasileiro, dos estudantes do Colégio Militar Tiradentes e das quadrilhas juninas Matutos da Roça e Amor Junino animaram o numeroso público presente na festividade.

O ápice das comemorações ocorreu durante a fala do governador Gladson Cameli. Surpreendendo a todos os presentes. O gestor acreano fez a convocação de todos os aprovados nos concursos públicos da Segurança Pública que estavam aguardando a convocação por meio do cadastro de reserva. Após o comunicado, Cameli foi, calorosamente, aplaudido pela multidão que estava no Calçadão da Gameleira.