fortalecimento

Policiais militares do Acre participam de palestra com subcomandante da Rota de São Paulo

Foi a primeira vez que um policial de Rota vem ao Estado do Acre. Foto: Silva Barbosa/PMAC

Policiais militares das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), da Polícia Militar do Acre (PMAC), participaram na manhã desta segunda-feira, 7 de junho, da palestra Patrulhamento Tático no Brasil, ministrada pelo subcomandante da unidade Rondas Ostensivas (Rota) Tobias de Aguiar, da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), major Takahashi. O encontro foi realizado no auditório do Colégio Militar Estadual Tiradentes (CMET), em Rio Branco.

Com uma doutrina consolidada de procedimentos e ações padronizadas, construídas ao longo dos seus 50 anos de história, a Rota é o Berço do Patrulhamento Tático Policial no Brasil. Com uma postura diferenciada nas suas atuações profissionais, a unidade serve de referência doutrinária a suas coirmãs por todo o país.

O 1º tenente Pedro Castro, atual comandante da ROTAM/PMAC, entregou ao palestrante o Braçal da unidade. Foto: Silva Barbosa/PMAC

Para o comandante da Rotam, 1° tenente Pedro Castro, o encontro é um marco para a unidade acreana. “A primeira tropa especializada do Brasil, na modalidade de patrulhamento tático é a Rota. E hoje temos essa oportunidade de conhecer o legado que a unidade conseguiu alcançar nesses mais de 50 anos de existência, legado que se estende pelo país, com a criação das Rotams nos estados”, destacou o oficial.

Com 28 anos de serviços policiais, sendo 12 deles dedicados à Rotam, o major Takahashi destacou, em sua fala, a satisfação em ministrar conhecimentos aos militares do Acre. “É uma honra e um momento de grande importância estar aqui fortalecendo a integração e amizade que nós, patrulheiros táticos, temos. Destaco toda a receptividade do povo acreano e da corporação comigo, que estou representando o Batalhão Tobias de Aguiar”, disse o oficial.

O encontro é um marco no fortalecimento das ligações instituições entre a PMAC e a PMESP. Foto: Silva Barbosa/PMAC

Ao fim da solenidade, os militares acreanos entregaram ao palestrante algumas lembranças, entre elas, o símbolo máximo da unidade, o Braçal Rotam, entregue a todos que contribuem com o fortalecimento da companhia, que em setembro completará três anos de existência.