treinamento

Policiais civis recebem treinamento para atuar no Sistema Eletrônico de Informação

O aperfeiçoamento do servidor público é um dos objetivos do governo do Acre. Na Polícia Civil, durante os 12 meses do ano há capacitações práticas e teóricas que envolvem todos os policiais dos 22 municípios do estado.

Na manhã desta segunda-feira, 19, foi realizada no auditório da Polícia Civil a capacitação de 22 servidores da instituição. O treinamento, que dura duas horas, faz parte do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Uma das suas principais características é a dispensa do uso do papel como suporte físico para documentos institucionais e o compartilhamento do conhecimento com atualização e comunicação de novos eventos em tempo real.

Na manhã desta segunda-feira, 19, foi realizada no auditório da Polícia Civil a capacitação de 22 servidores da Polícia Civil Foto: Cedida.

Ludiana Nogueira é policial civil e instrui os colegas. “Neste treinamento são repassadas as ferramentas básicas utilizadas no cotidiano na plataforma SEI. Esta semana serão contempladas as delegacias da capital, e na próxima semana será iniciada a capacitação dos profissionais do interior do Acre. Com o SEI é possível criar e gerir documentos administrativos de forma totalmente eletrônica, reduzindo cada vez mais o uso de papel, com a garantia da segurança e agilidade nos processos administrativos”, diz.

A ferramenta foi desenvolvida gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal (TRF4) e regulamentada no Acre pelo decreto nº 8.478, de 16 de fevereiro de 2018. Desde que foi implantado, mais de 18 órgãos da administração pública aderiram ao sistema, que já conta com um total de 46 mil processos administrativos padronizados. A utilização torna-se obrigatória para todas as instituições, secretarias e autarquias que fazem parte direta e indireta do Poder Executivo estadual.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Josemar Portes, o aprimoramento do policial civil é um dos objetivos da instituição. “O SEI contribui com os princípios da economicidade, da transparência e da segurança da informação, ao mesmo tempo em que dá celeridade ao serviço administrativo, dando um grande passo com a modernização dos processos administrativos”, destaca.