Polícia Militar participa do lançamento do projeto Comunidade Segura

Mais de 140 adolescentes participaram de palestras do Proerd durante o lançamento do Comunidade Segura (Foto: Wellington Mota/Assessoria PMAC)
Mais de 140 adolescentes participaram de palestras do Proerd durante o lançamento do Comunidade Segura (Foto: Wellington Mota/Assessoria PMAC)

Como parte do projeto “Comunidade Segura”, a Polícia Militar do Acre (PMAC) realizou durante toda a manhã deste sábado, 30, nas dependências da Escola Henrique Lima, localizada no bairro Calafate, palestras educacionais. Entre os assuntos debatidos  o combate às drogas e à violência no ambiente escolar.

Para Miqueias Azevedo Melo, 16 anos, estudante da escola Henrique Lima e morador da comunidade do Calafate, que faz parte dos vários estudantes atendidos pelo Programa de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) no estado do Acre, o projeto social é de suma importância para os adolescentes. “Ele [Proerd] apresenta aos jovens uma explicação sobre os problemas ocasionados pelas drogas”, disse.

Em 2009, o jovem que na época estudava na escola de ensino fundamental Juvenal Antunes, se formou em uma turma do Proerd. “Já são mais de seis anos que fui aluno do projeto, e hoje foi uma oportunidade de reconhecer novos assuntos sobre às drogas”, concluiu Miqueias satisfeito com as atividades apresentadas.

Há mais de 10 anos trabalhando com a comunidade escolar, o sargento da Polícia Militar, Maurelando Leão, do Policiamento Comunitário Escolar, conta que iniciativas como esta são fundamentais, pois fortalecem o caráter preventivo. “Esse atendimento [serviço] é fundamental para fortalecer a presença da Polícia Militar, e assim desenvolver a conscientização preventiva na escola”, disse o sargento.

Outras atividades

IMG-20160430-WA0015A Polícia Militar também se fez presente com a realização de outras atividades, tais como a panfletagem realizada pelos profissionais do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran). Os adolescentes da Guarda Mirim participaram diretamente da ação de visita às casas e panfletagem sobre o combate à Zika, Chikungunya e Dengue.

Além disso, a ação também tem como objetivo conscientizar os moradores da comunidade, sobre as problemáticas da área de trânsito.