Investindo no servidor

Polícia Civil realiza curso de Postura e Ética Profissional para Atendimento ao Cidadão

Seguindo o cronograma de capacitação continuada da Secretaria de Polícia Civil (SEPC), cerca de 20 operadores de segurança passam por instrução no Curso de Postura e Ética Profissional no Atendimento ao Cidadão, que se iniciou na manhã da última segunda-feira, 7.

O curso visa o aprimoramento de técnicas e postura para melhorar o atendimento ao cidadão e está dentro do planejamento estratégico de aprimoramento profissional do governo, que é realizado por meio da Fundação Escola do Servidor do Acre (Fespac) em parceria com a SEPC por meio do Grupo de Treinamento Policial  (GTP).

O aprimoramento compartilha técnicas e dinâmicas de posturas para melhorar o atendimento ao cidadão (Foto: Arquivo Secom)

Entre os alunos, estão quatro policiais militares, dois agentes penitenciários, um assistente social e dois militares do 7º Batalhão de Engenharia e Construção (BEC), que serão multiplicadores do conhecimento adquirido.

Durante o curso, que se encerra nesta sexta, 11, vários pontos serão abordados, como relações humanas no trabalho, postura profissional e apresentação pessoal, qualidade de vida, trabalho em equipe, conduta, ética profissional, missão e valores, coerência e assertividade nas relações, além da importância da comunicação como fator facilitador.

De acordo com Heloísa Pantoja, diretora-presidente da Fespac, os cursos ofertados são voltados à valorização do servidor e ao capital intelectual.

“Seguramente, a qualificação e a preparação dos agentes públicos são o maior patrimônio que uma administração publica pode ter e trazem um resultado de impacto extremamente positivo na qualidade da efetividade na prestação dos serviços públicos e, certamente, na qualidade da execução das políticas sociais públicas”, ressaltou Heloisa Pantoja.

Desde sua criação em 2011, a Fespac já consolidou mais de 20 mil projetos estratégicos de capacitação e aprimoramento profissional de servidores públicos do estado, tendo  atendido mais de 30 mil servidores. Para o secretário de Estado de Polícia Civil, Carlos Flavio Portela, a capacitação continuada é a demonstração da busca pela qualidade no serviço prestado.

“Nosso programa de capacitação continuada destinado ao agente de Polícia Civil e operadores de segurança é fundamental para que possamos aprimorar a oferta de serviço, com maior qualidade e excelência que estão sendo desenvolvidos ao longo dos anos”, destacou Portela.

Leia também: Governo divulga calendário de cursos para o mês de maio na Fespac