PM realiza terceira edição da Competição de Atendimentos a Ocorrências

Policiais de todos os batalhões e seções participaram da competição (Foto: Wellington Mota/ PMAC)
Policiais de todos os batalhões e seções participaram da competição (Foto: Wellington Mota/ PMAC)

A Polícia Militar do Acre (PMAC) promoveu na manhã desta terça- feira, 17, no pátio da Pista Radical, Estrada do Quixadá, mais uma disputa de qual guarnição melhor procede a uma ocorrência.

A atividade é alusiva ao aniversário de 100 anos da corporação e estimula o policial ao constante treinamento e aperfeiçoamento das técnicas imprescindíveis ao trabalho operacional.

A competição reuniu nove guarnições – ao todo, 27 militares, que representaram as respectivas unidades operacionais, especializadas e administrativas. “O policial necessita de treinamentos constantes. Antes de disputarem a competição, todos os policiais aqui treinaram intensivamente para estar em condições de disputar este campeonato”, frisou o major Edener Franco, coordenador da competição.

Segundo a organização do evento, a competição visa colocar em prática aquilo que realmente é utilizado nas ruas, e que “quanto mais árduo o treinamento, mais fácil será o desenrolar de uma ocorrência”, avaliou Franco.

A prova

O teste se deu da seguinte forma: uma ocorrência é passada à guarnição, que prontamente se desloca até o local indicado.

Chegando lá, a equipe é avaliada detalhadamente: abordagem, verbalização, revista pessoal, veicular e, por fim, o tiro policial. No final de tudo, é concedida uma nota ao desempenho da guarnição.

Os campeões

A equipe do 5º Batalhão venceu a competição de atendimento a ocorrências (Foto: Wellington Mota)
A equipe do 5º Batalhão venceu a competição de atendimento a ocorrências (Foto: Wellington Mota)

Depois da apresentação das nove equipes, o resultado do campeonato contemplou as guarnições do 5° Batalhão e do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que ficaram empatadas na primeira colocação, seguidas da equipe do Batalhão de Trânsito (Bptran), terceira colocada.

“A competição foi uma ótima oportunidade para rever algumas técnicas e para aprimorar outras. Saímos, graças a Deus, com o bicampeonato da prova”, ressaltou o sargento Djames Bezerra, da equipe do 5° Batalhão.