Parlamentar propõe que União seja mais rígida na segurança das fronteiras

Moisés Diniz contou ao governador Tião Viana sobre o projeto que pretende criar zonas especiais de segurança na região de fronteira (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Diniz contou ao governador sobre o projeto que pretende criar zonas especiais de segurança na região de fronteira (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O deputado federal Moisés Diniz se reuniu com o governador Tião Viana nesta terça-feira, 1, para anunciar que reunirá esforços durante seu mandato para articular um plano de segurança pública em que o governo federal tenha mais responsabilidades junto à região de fronteira.

No dia 11 deste mês, Diniz realizará uma consulta na Assembleia Legislativa, reunindo representantes das forças de segurança do Acre em nível estadual e federal, além da sociedade civil.

Durante o encontro, o parlamentar irá apresentar uma proposta de criação das “zonas especiais de segurança nos municípios de fronteira”, cujo objetivo é que o governo federal tenha políticas públicas específicas para a segurança nos quase mil municípios localizados na faixa de fronteira do Brasil, incluindo metade das cidades do Acre.

“De cada três crimes em nossa região de fronteira, dois têm envolvimento com tráfico de drogas, e cabe à União cuidar das fronteiras do Brasil, segundo a Constituição. Queremos agora que essa responsabilidade se torne maior, pois ela anda sendo insuficiente”, conta Moisés Diniz.

O deputado também está avaliando a possibilidade de entrar com uma ação civil pública contra a União, para que o governo federal dê maiores garantias e invista em mais ações junto à segurança pública na região de fronteira.