Olimpíada de Jogos Digitais e Educação é lançada em Cruzeiro do Sul

Alunos, professores e gestores participaram do lançamento em Cruzeiro do Sul
Alunos, professores e gestores participaram do lançamento em Cruzeiro do Sul ( Foto: Assessoria SEE)

Em viagem a Cruzeiro do Sul na última semana, a equipe da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), liderada pelo secretário Marco Brandão, participou do lançamento da Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE), no Teatro dos Náuas.

Com apresentações artísticas, o evento também reuniu alunos, professores e gestores de diversas escolas de ensino médio do município, incluindo as escolas Dom Henrique, Flodoardo Cabral, Craveiro Costa, Manoel Braz de Melo e Madre Adelgundes.

As escolas de Cruzeiro do Sul, desde as primeiras edições da OJE no Acre, vêm conquistando as vitórias em todas as finais. Em 2011 e 2013 o título de campeã foi conferido à Escola Professor Flodoardo Cabral, e em 2012, à escola Dom Henrique Ruth.

Este ano, o objetivo é alcançar mais de 6,5 mil alunos em 18 municípios do Acre na competição digital, constituída por uma série de desafios voltados para alunos de ensino médio como forma de auxílio no Exame Nacional de Ensino Médio.

O evento contou com várias apresentações artísticas no Teatro dos Náuas ( Foto: Assessoria SEE)
O evento contou com várias apresentações artísticas no Teatro dos Náuas ( Foto: Assessoria SEE)

Lançada inicialmente pelo governo de Pernambuco em 2008, a competição foi concebida pela empresa Joy Street, que possui colaboradores nas áreas da educação, computação, game design, arte e comunicação, tendo conquistado o reconhecimento internacional, ao ser, em 2012, a primeira empresa brasileira a ganhar o Prêmio de Inovação Europeu.

“A principal proposta da OJE é proporcionar aprendizagem com diálogo e diversão. Utilizamos plataformas lúdicas para incentivar os alunos a buscar conhecimento e ter mais interesse em aprender o conteúdo da matriz curricular da escola”, explicou Marcelo Clemente, representante da Joy Street.

Para o secretário Marco Brandão, o grande ganho da OJE é que ela associa a tecnologia à educação, inserindo nas escolas algo essencial, que é a utilização das tecnologias de forma produtiva nesse mundo digital.