e-CEPTEA

OCA realiza treinamento técnico para serviço da Carteira Estadual da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista

Na quarta-feira, 16, a Secretaria de Estado de Administração (Sead), por meio da Organização em Centros de Atendimento (OCA) e da Diretoria de Modernização e Desenvolvimento Institucional (Dimord), em parceria com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), promoveu o primeiro treinamento técnico voltado para o serviço da Carteira Estadual da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (e-CEPTEA). A iniciativa busca fortalecer a inclusão e garantir direitos fundamentais às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O curso, ministrado por Paulo Henrique Oliveira, chefe de Departamento de Modernização da Dimord, visa preparar a equipe da OCA para atender a esse novo serviço. A e-CEPTEA está disponível para ser feita de forma digital, como também estará acessível por meio dos serviços oferecidos pela Central de Atendimento para aqueles que necessitarem de auxílio.

Primeiro treinamento técnico voltado para o serviço da Carteira Estadual da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (e-CEPTEA). Foto: Ascom OCA

Segundo Paulo, responsável pelo treinamento, “A função da carteira é garantir o direito daquela pessoa a todos os tipos de serviços sem que ela precise carregar um laudo. Ainda que o processo seja feito online, o treinamento da equipe da OCA visa apresentá-lo também à equipe.”

A ação conjunta reforça o compromisso com a inclusão e a garantia de direitos das pessoas com TEA. Através dessa iniciativa, o governo busca democratizar o acesso à carteira, garantindo que os direitos das pessoas sejam devidamente reconhecidos e respeitados.

Os serviços oferecidos pela Central de Atendimento para aqueles que necessitarem de auxílio. Foto: Ascom OCA

Para a diretora da organização, Fran Brito, “Esse é um marco importante para a garantia de direitos e inclusão das pessoas com transtorno do espectro autista, e nós estamos preparando nossa equipe com treinamentos para oferecer o melhor auxílio e atendimento para todos os que buscam o serviço. E após a implantação do serviço em Rio Branco e na Unidade Móvel da OCA, vamos replicar também para as unidades do interior que poderão auxiliar as pessoas a fazerem a carteira”.

O cidadão tem opção de fazer o serviço 100% digital, por meio do Portal de Serviços do Governo, em ac.gov.br. No entanto, para aqueles que tiverem dificuldades de fazer o serviço digital podem buscar o atendimento na OCA, com os seguintes documentos: laudo médico que ateste o TEA com identificação profissional e código CID, documento de identificação, comprovante de endereço, tipagem sanguínea (se tiver) e fotografia no formato 3×4.

Caso alguém tenha dúvidas sobre a documentação exigida para tirar a carteira e os procedimentos, pode entrar em contato por meio da OCA Virtual, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, via chat ou vídeo no site oca.acre.gov.br. Além disso, a organização está presente nas redes sociais, com o perfil @ocaacre, oferecendo mais um canal de comunicação para os interessados. E ainda podem entrar em contato com a Central de Atendimento Telefônico, através dos números (68) 3215-2475; (68) 3215-2400; (68) 3215-2427; (68) 3215-2445.