Obras de pavimentação da BR-364 obedece cronograma organizado pelo Governo

Cem por cento da construção de bueiros e pontes serão feitos nos 36 quilômetros até Manuel Urbano

 

 

dsc_0020.jpg

Comitiva segue para Tarauacá ainda nesta quinta-feira (Foto: Gleilson Miranda / Secom)

O verão intenso contribui para a construção de galerias, bueiros e pontes no trecho de 224 quilômetros da BR 364, entre Sena Madureira e Feijó. As oito empresas contratadas para executar as obras divididas nos seis lotes do trecho entre os dois municípios têm mais 40 dias até que iniciem as chuvas. Nesta quinta-feira, o governador Binho Marques, acompanhado de técnicos do Governo e deputados estaduais, fez uma vistoria nos principais pontos da estrada.

 

O planejamento elaborado pelo Governo do Estado segue o cronograma de conclusão de 70% do trabalho de terraplanagem e 100% da construção de bueiros e pontes nos 36 quilômetros até o município de Manuel Urbano ainda este ano e o asfaltamento do trecho entre Sena Madureira e a ponte sobre o rio Caeté. Para o ano que vem, a previsão é de asfaltamento total do mesmo trecho. “O cronograma está sendo cumprido à risca e o planejamento está dentro das nossas expectativas”, garante o diretor do Deracre, Marcos Alexandre.

O governador Binho Marques, ao mesmo tempo em que acompanha a obra de perto, mantém diálogos permanentes com o Ministério dos Transportes, DNIT e com o presidente Lula sobre a liberação de recursos para a recuperação de pelos menos 90 quilômetros que estão em situação precária, entre Cruzeiro do Sul e Tarauacá. Ele reconhece a dificuldade em concluir uma obra deste porte dentro do prazo, devido ao tempo curto do verão.

“Este é realmente o início do fim do asfaltamento da BR 364 e falar disso anima todos nós. Esta é uma vitória do povo acreano que há décadas sonha com esta obra pronta. Por isso estamos aqui conversando com engenheiros, checando, fiscalizando a construção dessa parte de infra-estrutura para que no ano que vem já possamos ter o asfalto neste trecho. Vamos também com freqüência à Brasília conversar, para com a ajuda da bancada acreana, conseguir recursos tanto para a conclusão da obra quanto para a recuperação da parte antiga da estrada”, diz Binho Marques.

Emprego e renda – O canteiro de obras da empresa Camter, no município de Sena Madureira, foi a primeira parada da comitiva que segue nesta quinta-feira até Tarauacá. Somente neste trecho da obra de pavimentação da BR 364 são gerados 580 empregos diretos e indiretos, além do uso de 85 equipamentos e máquinas pesadas. Em todo o trecho há 1.600 trabalhadores envolvidos diretamente na obra.