Obra da encosta do Rio Acre em Brasileia está com estrutura intacta

Toda a estrutura da encosta está intacta. Acabamento será feito após período chuvoso (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Toda a estrutura da encosta está intacta. Acabamento será feito após período chuvoso (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

A Secretaria de Estado de Obras Públicas informa que a encosta do Rio Acre em Brasileia está com sua estrutura intacta. A primeira etapa da obra, que abrange 571 metros próximos ao Parque Centenário, está com sua estrutura fundamental em ordem. Uma fissura encontrada no topo não representa desmoronamento, mas um fato normal, resultado das chuvas sobre o solo exposto.

Segundo o secretário de Obras, Leonardo Néder, a obra é fundamentada em pilares de aço de quatro a cinco metros fincados no chão que seguram todo o barranco. Essa estrutura, que é o princípio da encosta, não apresenta nenhum defeito. A fissura encontrada na parte superior da encosta é semelhante a casos parecidos já registrados na Gameleira, em Rio Branco, e a empresa contratada pelo serviço já está fazendo o reparo.

A conclusão da primeira etapa da encosta, que necessita apenas dos detalhes de acabamento, será feita pela empresa responsável apenas no verão amazônico, quando o período chuvoso cessar. Os mais de 400 metros que correspondem à segunda etapa da encosta também começam nesse mesmo período.

A obra da encosta de Brasileia foi proposta pelo governador Tião Viana após a alagação histórica de 2012, quando mais de 70% da cidade foi pega de surpresa pela elevação das águas do Rio Acre na região. O projeto tem valor de R$ 11,2 milhões.