Novo Tratamento da Catarata na Fundhacre

Procedimento que recupera a visão dos pacientes poderá atenteder até 100 pacientes por mês no Acre

A Fundação Hospital do Acre, Fundhacre, prepara-se para realizar uma nova técnica cirúrgica em relação ao tratamento da catarata. O procedimento  vai beneficiar, em curto prazo, cerca de 100 pacientes por mês, numa média de 4 operações por dia. 

Segundo  a oftalmologista Natália Moreno, “agora nossos pacientes não precisam mais sair do estado para submeter-se a este tipo de cirurgia. O tratamento é confiável e permite que o paciente recupere a visão um mês depois de sair do hospital”, destaca.   

Com a nova técnica, esse procedimento cirúrgico será realizado por meio de pequenas incisões as quais dispensarão a necessidade de suturas (pontos cirúrgicos) e possibilita ao paciente ser submetido apenas à anestesia nos colírios.  

A cirurgia substitui o cristalino, lente biológica dos olhos, por uma lente artificial que recupera a visão. 

O que é a catarata? 

Doença que afeta o cristalino, causando opacidade total ou parcial da visão. A pessoa afetada tem dificuldade para enxergar com nitidez, e vê como se existisse uma névoa sobre os olhos. 

Como causas da catarata estão: o envelhecimento (a principal delas), traumatismos, diabetes, alguns tipo de medicamentos, entre outros. Ocorre principalmente em pessoas acima de 50 anos, mas também há casos de crianças que já nasceram com a doença. 

Ao identificar os sintomas, aconselha-se procurar um oftalmologista que poderá confirmar através de exames. Não é recomendado o uso de colírios, principalmente os que contêm corticóides. Natália Moreno, uma das responsáveis pelas cirurgias de catarata na Fundhacre, recomenda: “Não tenha medo da cirurgia. Os resultados são animadores, a recuperação muito rápida.”