FRANCISCO GREGÓRIO FILHO

Nota de pesar

O governo do Estado do Acre manifesta o mais profundo pesar em decorrência do falecimento do escritor e contador de histórias acreano Francisco Gregório Filho, aos 73 anos, ocorrido na tarde deste sábado, 12, no Rio de Janeiro.

Nascido em Rio Branco no dia 30 de março de 1949, Gregório Filho teve sua trajetória profissional pautada essencialmente na atuação no setor cultural, em prol da formação de leitores e de espaços de cidadania.

Gregório Filho foi ator, diretor, gestor de programas e projetos culturais nas áreas de música, rádio e teatro, mediador de leitura, escritor e professor.

Participou da equipe de criação do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), do qual foi o primeiro coordenador (1992 a 1996).

Em Rio Branco, foi diretor do extinto Departamento de Ação Cultural, além de gestor cultural em diversas instituições públicas nas décadas de 1970 e 1980, bem como na primeira década de 2000, tendo sido presidente da Fundação de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Cultura e do Desporto e, também, da Fundação Elias Mansour.

Gregório Filho é autor dos livros “Dona baratinha e outras histórias” (Rocco), “Lembranças amorosas” (Global) e “Ler e contar, contar e ler” (Letra Capital).

Que neste momento de dor a fé e a solidariedade sejam fontes de consolo para a família e amigos enlutados.

Manoel Pedro de Souza Gomes
Presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour

Gladson Cameli
Governador do Acre