Nota de Esclarecimento – DETRAN

Departamento Estadual de Trânsito e a Companhia de Trânsito esclarecem que os agentes de trânsito não estão sendo incentivados a multarem

 

{xtypo_rounded2}O Departamento Estadual de Trânsito e a Companhia de Trânsito (Ciatran) vêm a público esclarecer que, ao contrário do que foi divulgado recentemente por um veículo de comunicação local, os agentes de trânsito não estão sendo "incentivados" a multarem, como consta na notícia.

O que ocorreu foi a implementação de Índice de Produtividade do Patrulheiro da Ciatran (IPPC) para quantificar as ações realizadas pelos policiais que atuam no trânsito, considerando a necessidade de reconhecer os bons serviços prestados pelos policiais militares no desempenho de suas funções e garantindo ações mais eficazes no trânsito da capital e dos demais municípios. É importante ressaltar que os critérios de avaliação do IPPC  não estão vinculados às multas aplicadas, mas a itens como: responsabilidade, honestidade, assiduidade, compromisso, profissionalismo, camaradagem e uma vida particular ilibada.

A metodologia de avaliação do IPPC é composta por 12 variáveis. Os maiores pesos tratam da condução dos infratores à Delegacia por flagrante delito, recuperação de veículo com e sem detenção do agente e elogios por bons serviços prestados.

O índice de aproveitamento das 79 infrações registradas pelo sargento PM Berté referem-se aos meses de janeiro e fevereiro, não diz respeito ao mês de março. O sargento PM Alves França não aplicou 2.843 autos de infração. Esse valor refere-se às abordagens a veículos no trevo de Senador Guiomard.

O Detran vem por fim, esclarecer que não existe "indústria de multas", mas a aplicação da lei, que pode gerar descontentamento por parte dos condutores infratores que nem sempre avaliam os riscos que oferecem à si e aos demais motoristas e pedestres.

Nosso compromisso é com a construção de um trânsito melhor. Teríamos muito a comemorar se os números de autuações caíssem, fato indicador de que estaríamos alcançando um trânsito cidadão e com respeito mútuo. 

Reginaldo Prates
Diretor do Departamento Estadual de Trânsito e Companhia de Trânsito {/xtypo_rounded2}