respeito e diálogo

Na COP28, Gladson Cameli manifesta apoio para criação de Comitê de Secretariado Indígena

O governador Gladson Cameli irá defender a criação do Comitê de Secretariado Indígena, no âmbito do Consórcio Interestadual dos Governadores da Amazônia Legal.

O compromisso foi firmado em reunião com a ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, a presidente da Funai, Joenia Wapichana, a secretária dos Povos Indígenas do Acre, Francisca Arara, a deputada federal Socorro Neri e demais secretárias indígenas da Amazônia, na segunda-feira, 4, no espaço do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal (CAL), na COP28, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Governador falou da importância de se criar o Comitê de Secretariado Indígena. Marcos Vicentti/Secom

Gladson Cameli mais uma vez reafirma seu compromisso e respeito aos povos indígenas, ao manifestar apoio para a criação desse importante espaço que pretende debater os planos estaduais das políticas públicas voltadas para os povos indígenas, mudanças climáticas e serviços ambientais.

“Reitero meu compromisso pelo respeito e diálogo junto aos povos indígenas. Estarei defendendo a criação desse comitê no Consórcio dos Governadores, para fortalecer a participação das secretárias indígenas. Isso vai permitir melhor alinhamento das políticas nacionais de proteção dos povos e melhorar a execução nos seus estados”, destacou Gladson Cameli.

Alinhamento das políticas nacionais de proteção dos povos indígenas foi um temas debatidos durante a reunião. Marcos Vicentti/Secom

A titular da Secretaria dos Povos Indígenas (Sepi) do Acre, Francisca Arara, destacou ainda que o comitê irá possibilitar o aprofundamento do debate sobre a participação dos povos indígenas nas próximas edições da Conferência das Partes (COP) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (UNFCCC), especialmente a 30ª edição da COP, que será sediada em Belém, em 2025.

“No Acre, o governador Gladson Cameli tem apoiado o fortalecimento das instâncias de governança. Agora, ele também vem somar com a gente para criação desse comitê. Temos que fazer nosso papel, buscando parcerias e alinhando com o governo federal para que possamos contribuir, de forma efetiva, para a boa gestão das políticas públicas para os povos indígenas no Acre”, disse Francisca Arara.