cidadania

Moradores do Montanhês, em Rio Branco, recebem título definitivo de posse de terra

O governo do Acre, por meio do Instituto de Terras do Acre (Iteracre) e da Companhia de Habitação do Acre (Cohab), realizou a entrega de mais de 300 títulos definitivos de posse de terra na manhã desta terça-feira, 29, em Rio Branco, na quadra do Colégio Pedro Martinelli, a moradores do bairro Montanhês, que há anos aguardavam a expedição do documento.

É o caso de Selma de Oliveira, que há 20 anos esperava conseguir o título definitivo da sua casa.

“Agora tenho direitos que antes não tinha, com a posse definitiva”, disse Selma de Oliveira. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Hoje eu tenho certeza de que aquele terreno é meu; antes havia uma insegurança, não conseguíamos vender ou conseguir financiamento. Mas hoje realizo meu sonho de conseguir o título definitivo”, disse.

“É um sentimento de dever cumprido, de poder alcançar as metas traçadas pelo governador Gladson Cameli, de dar dignidade à população; a entrega desses títulos é a realização desse desejo”, ressaltou o secretário de Estado de Casa Civil, Jonathan Donadoni, que representou o governador Gladson Cameli no evento.

O secretário de Estado da Casa Civil, Jonathan Donadoni, representou o governador Gladson Cameli na solenidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“A Cohab trabalha em parceria com o Iteracre e esta é a segunda etapa da entrega dos  títulos. No dia 27 de maio entregamos uma parte e hoje entregamos a segunda. Temos ainda ações a fazer em Sena Madureira e Senador Guiomard”, destacou a presidente da Cohab, Thamires das Graças.

Mais de 300 famílias obtiveram finalmente o documento que dá posse definitiva às suas terras. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O investimento realizado nessa ação foi de R$ 589 mil, fruto do orçamento do Estado.

O presidente do Iteracre, Alírio Wanderley Neto, disse se sentir realizado em poder cumprir as determinações que o governo traçou no início da gestão. “Poder entregar esse documento nos traz muita felicidade. Entregamos o que eu digo ser o Cadastro de Pessoa Física (CPF) da terra, registrado em cartório e gratuito, então realizar um sonho das pessoas é gratificante”, frisou.