Mitos indígenas e relações humanas são tema de livro

Lançamento será realizado na Biblioteca Pública às 19 horas desta sexta-feira

convite_virtual_vasos_sagrados_-_acre1.jpg

A educadora e terapeuta cultural Maria Inez do Espírito Santo lança nesta sexta-feira, 15, em Rio Branco, o livro "Vasos Sagrados – Mitos Indígenas Brasileiros e o Encontro com o Feminino". O lançamento será realizado a partir das 19 horas, na Biblioteca Pública.

No livro a autora usa os mitos como fonte de reflexão sobre a complexidade das relações humanas, em especial da relação entre homens e mulheres. Maria Inez afirma que os mitos são os vasos sagrados da cultura e traz a proposta de que seja a riqueza cultural o antídoto para os males de nosso tempo: “Mitos são histórias fora do tempo cronológico. São ensinamentos sobre algo que sempre é – uma instância atemporal. Por isso mesmo são saberes não submetidos a interesses específicos de determinada época da história da humanidade, mas que remetem à própria essência do humano.

Os mitos recontados no livro "Vasos Sagrados" trazem a reflexão sobre a busca humana por um sentido da vida (Ceiuci), passam pela conquista do fogo e a instituição do conceito de propriedade e do desejo de dominação (Jurupari), tendo como consequência o pensar sobre a relação homem/mulher, fundadora da família e da sociedade patriarcal e deflagradora dos estranhamentos causados pelas diferenças individuais (Akarandek). No último capítulo, o mito A Mulher de Barro traz a possibilidade de se compreender e acolher, por uma perspectiva muito mais ampla e rica, o encontro dessas diferenças.

Durante esta semana Maria Inez, a convite da Biblioteca Pública, está coordenando oficinas de Mitologia Indígena Brasileira para os agentes de leitura da Secretaria Estadual da Leitura. Os encontros estão sendo realizados de hoje até sexta-feira em dois períodos das 7h30 às 11h30 e das 14 às 18 horas na Casa de Leitura da Gameleira.