alento

Mini Cidade da Criança leva diversão para menores em situação de vulnerabilidade social

A mini Cidade da Criança, realizada pela Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet), em parceria com o gabinete da primeira dama, Fundação Elias Mansour (FEM) e Secretaria de Meio Ambiente de Rio Branco (Semeia), levou alegria e diversão para crianças da Casa Lar Ester, Educandário Santa Margarida e Comunidade Nova Filadélfia.

Crianças se divertiram no parquinho. Foto: Alice Leão

Foi uma tarde de diversão e lazer, com comidinhas, brincadeiras lúdicas e Parque de Diversões, na Praça do Relógio. Cerca de 100 crianças foram atendidas pelo projeto.

O evento foi alusivo ao mês das crianças. “No ano de 2019, realizamos a Cidade da Criança, um evento grandioso de lazer para nossas crianças acreanas. Em 2020, em virtude da pandemia não conseguimos realizar. E agora, não poderíamos deixar de fazer, não pudemos planejar algo maior, mas fizemos um evento social lindo, com brinquedos e comidinhas para essas crianças tão especiais”, reforçou a secretária de Estado de Empreendedorismo e Turismo em exercício, Tayane Belarmino.

A criança J. L. P., 12 anos, assistida pela Casa Lar Ester há dois meses, estava ansiosa para brincar e conhecer novas crianças. “Estou me divertindo muito aqui”.

Esse foi um dia muito diferente do que estão acostumadas. Foto: Alice Leão

A educadora social da Casa, Jessica Pamela Silva, disse que ações como essas trazem envolvimento social e lazer para essas crianças, que desde o início da pandemia tem ficado mais recolhidas no Lar”.

A Casa Lar Ester acolhe meninas em situação de vulnerabilidade, que sofreram exploração e abuso sexual. Atualmente, atende sete crianças.

Foi um dia de muitos brinquedos e brincadeiras. Foto: Alice Leão

Leila Arruda, coordenadora do Educandário, diz que ações como essas são importantes para o Desenvolvimento integral da criança. “Eles estão encantados com essa praça e com tudo o que está sendo ofertado aqui, porque normalmente visitam poucos espaços culturais”.

O Educandário acolhe crianças em situação de vulnerabilidade social. Hoje, tem 32 em sua unidade.

A pastora da Comunidade Nova Filadélfia, Márcia da Silva, diz que momentos como esses marcam a vida dessas crianças e que é muito importante para a socialização delas.

Tudo preparado para atender os pequenos. Foto: Alice Leão

O evento foi realizado em parceria com empresas como: Centro de Diversões Brasil, Picanha Mix, Costela in Casa e MF Construção e Comércio.

O proprietário do parquinho, Victor Torres Barbosa, diz que colaborou com o evento pois é bonito ver crianças como essas tendo a oportunidade de brincar, de se divertir. “O sorriso no rosto delas vale mais que dinheiro”.