dia de campo

Meio Ambiente e Produção acompanham lançamento do programa de mecanização agrícola em Plácido de Castro

Em um dia de campo no município de Plácido de Castro, nesta segunda-feira, 22, atendendo ao convite do prefeito Camilo Silva, os secretários das pastas de Meio Ambiente e Produção, Israel Milani e Edivan Azevedo acompanharam o lançamento do programa de mecanização agrícola. Foram apresentadas as metas para o agronegócio do município, entre elas a plantação de mais de 1 mil hectares.

Os secretários das pastas de Meio Ambiente e Produção, Israel Milani e Edivan Azevedo acompanharam o lançamento do programa de mecanização agrícola. Foto: Cedida

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani, falou sobre a descentralização da pasta ambiental, que a pedido do governador Gladson Cameli, já é uma realidade na gestão. “Com o apoio do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental, o Cigma, a prefeitura e principalmente os produtores rurais terão o suporte necessário para definição das áreas agriculturáveis e informações precisas”.

O secretário de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, também colocou a Sepa à disposição para o projeto. “Estamos trabalhando no Plano Agro 2030 com o objetivo de direcionar os investimentos do Estado para o setor produtivo e dar subsídios para aplicação de capital agrário no nosso Estado. O governo estará fazendo difusão de tecnologia e assistência técnica de acordo com as cadeias produtivas prioritárias”.

Para o prefeito de Plácido de Castro, Camilo Silva, a presença das instituições no dia de campo é um importante apoio ao setor produtivo. “O nosso produtor receberá apoio com informação, transferência de tecnologia, melhoria nos ramais, para que assim nós possamos garantir uma maior produção e o abastecimento do mercado de consumo”, acrescentou.

Uma emenda da deputada federal Vanda Milani, no valor de R$ 7,5 milhões, também foi destinada para apoiar os produtores rurais da região de Plácido de Castro e Acrelândia.

Também participaram da solenidade o pesquisador chefe da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Eufran Amaral, supervisor do Banco da Amazônia (Basa), Pablo Tyago Bregense de Souza, o prefeito de Acrelândia, Olavo Francelino de Rezende, vereadores e representantes de 28 associações.