Juízes eleitorais palestram para militares que vão atuar nas eleições 2016

Planejamento estratégico do policiamento das eleições 2016 em reunião com juízes eleitorais (Foto: Adler Nascimento)
Planejamento estratégico do policiamento das eleições 2016 em reunião com juízes eleitorais (Foto: Adler Nascimento)

Com objetivo de esclarecer dúvidas e orientar sobre crimes eleitorais, o juiz da 9ª zona eleitoral, Luíz Vitório Camolez, e a juíza da 10ª zona eleitoral, Luana Campos, ministraram nesta terça-feira, 27, no Teatro Plácido de Castro, palestra para policiais militares e do Exército Brasileiro que vão atuar durante as eleições de 2016.

“Esse ato representa o cuidado do Estado de garantir uma eleição segura a todos. Outra finalidade é ampliar a área de conhecimento da legislação vigente e estreitar relações entre as instituições envolvidas na segurança do eleitorado”, destacou o juiz Camolez.

De acordo com o coronel PM Marcos Kinpara, mais de 1.600 policiais militares serão empregados no dia da votação, que este ano contará com o reforço de 500 militares do Exército em todo o estado.

“Estamos no planejamento final, e essa conversa com os juízes serve para afinarmos os detalhes. São orientações importantes para as forças de segurança, que tratam sobre como agir durante o pleito eleitoral”, relatou Kinpara.

“A nossa preocupação maior é garantir a liberdade do voto, ou seja, evitar a cooptação do eleitor, impedir que candidatos ou coligações ofereçam alguma vantagem em troca de voto, além de assegurar que o transporte de eleitores seja feito tão somente pela Justiça Eleitoral”, ponderou a juíza Luana Campos.