Jovem empreendedora é contemplada com pequeno negócio

 

O carrinho de salgados vai se tornar um pequeno negócio de família (Foto: Edna Medeiros/Secom)
O carrinho de salgados vai se tornar um pequeno negócio de família (Foto: Edna Medeiros/Secom)

A trajetória de trabalho de Jaqueline da Costa Medeiros, 18 anos, começou muito cedo. Com 11 anos, a jovem passou a trabalhar fora de casa para ajudar os pais.

Atualmente, concilia os pequenos serviços que faz na construção civil com os estudos. Identificada pelo assessor da Juventude, Weverton Matias, Jaqueline foi inserida no Programa de Pequenos Negócios do governo do Estado.

O carrinho de salgados, entregue nesta sexta-feira, 24, pelo secretário de Pequenos Negócios, Henry Nogueira, vai se tornar um empreendimento familiar, já que é a mãe, Maria Pereira da Costa, quem vai produzir os salgados. Com a nova aquisição, a família, que se mantém com menos de um salário mínimo, vai ter a oportunidade de ampliar sua renda.

“Minha mãe é a minha maior inspiração. Quando meu pai adoeceu e não pôde trabalhar, foi ela que segurou a barra em casa, com as faxinas e lavagens de roupa que pegava. Eu trabalho com construção civil, sempre que tem um ‘bico’ eu pego”, contou Jaqueline, emocionada.

Além do carrinho, a Secretaria de Pequenos Negócios vai inserir a jovem em um curso de salgadeira, para que ela aprenda novas técnicas e receitas. Jaqueline já vai estrear o pequeno negócio nesta Expoacre, onde pretende fazer boas vendas e ter um retorno financeiro satisfatório.

Weverton Matias observa que a história de Jaqueline representa a história de centenas de jovens que serão atendidos pela Assejuv e SEPN em 2016. “Jovens que terão a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho, por meio de uma política de incentivo ao empreendedorismo jovem”.

Henry Nogueira elogiou a trajetória de garra de Jaqueline e destacou que a aquisição do carrinho de salgados representa, sem dúvidas, um novo ciclo de sucesso e empreendedorismo para a família. O gestor frisou ainda que a nova beneficiária será acompanhada pela instituição, até que tenha autonomia econômica para caminhar sozinha.

Muito emocionada, a estudante agradeceu o apoio do Estado. “Essa é mais uma porta que Deus abre na minha vida e eu quero agradecer ao governador, ao Henry e ao Matias. Com esse carrinho vou poder aumentar minha renda e ajudar meus pais ”

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest