No Jordão produtores investem em matrizes leiteiras

Uma equipe da Seaprof orientou os produtores na compra de plantel para a produção de leite (Foto: Terezinha Moreira/Seaprof)
Equipe da Seaprof orientou os produtores na compra de plantel para a produção de leite (Foto: Terezinha Moreira/Seaprof)

Por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Mais Alimentos, cinco produtores do Jordão acessaram crédito para adquirir matrizes leiteiras. A compra dos animais foi neste fim de semana, quando visitaram a região do Alto Acre.

Essa é uma ação de incentivo à produção de leite no município. No total os produtores investiram R$ 240 mil para a compra de gado leiteiro. Cada produtor adquiriu 10 vacas e um touro.

A logística de transporte do gado para o município inclui um trecho de caminhão até Tarauacá, e depois de barco, subindo o rio num período de três a quatro dias. “Mas vale a pena, porque precisamos de resultado na produção da bacia leiteira. Não temos gado leiteiro no nosso município”, disse o produtor Expedito Gomes do Nascimento.

O gerente do Banco do Brasil em Tarauacá, Carlos Lacerda Ribeiro, que acompanhou o grupo durante visita às fazendas em Brasileia, afirmou que os recursos foram liberados e o banco tem responsabilidade socioambiental.