Isolamento e preservação do local de crimes é tema de curso

Aulas foram ministrada em Rio Branco e no interior

curso_seguranca_encerramento_foto_gleilson_miranda_02.jpg

Secretária de Segurança, Márcia Regina, participou do encerramento do curso oferecido pelo Governo do Estado (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

curso_seguranca_encerramento_foto_gleilson_miranda_07.jpg

Procedimentos em casos de acidentes foram repassados aos participantes da oficina (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Encerrou nesta sexta-feira o curso Isolamento e Preservação de Local de Crime. A qualificação profissional destinada aos policiais civis e militares, agentes do Detran, Iapen, representantes do Samu e para os profissionais da imprensa destina-se a elaboração de um procedimento operacional padrão em caso de ocorrências criminais.

De acordo com a secretária de Segurança Pública, Márcia Regina, a adoção de procedimentos operacionais padrão irá contribuir para a elucidação dos crimes. “Ao final do curso vamos formar uma comissão que ficará responsável pela elaboração de uma normativa que garante a efetividade do trabalho. Além de garantir o fortalecimento dos profissionais”.

Com 120 horas aula o curso abordou os vários pontos do universo da perícia criminal, os conhecimentos práticos e teóricos na área de investigação policial. Foram apresentadas também as novas técnicas investigativas imprescindíveis à qualificação profissional.

“Detalhamos a importância do isolamento, recolhimento de provas legais e da preservação do local do crime. Isso ajuda no trabalho de elucidação e das provas que serão utilizadas no inquérito”, destacou o instrutor e delegado de polícia de Minas Gerais, Osvaldo Wiermann. O curso foi encerrado com uma aula prática, com a proposta de treinar os participantes para assimilar as técnicas de isolamento e preservação dos locais de crime e o exercício conjunto da investigação criminal.