contenção

Intervenção do governo do Estado evita desmoronamento de rua e casas em Rio Branco

Nos últimos anos, a aposentada Maurina Honorato Ferreira vivia apreensiva com a possibilidade de desmoronamento da casa onde vive há quase meio século. Moradora do bairro Aeroporto Velho, em Rio Branco, ela viu a erosão em uma das margens do Rio Acre aumentar e destruir residências vizinhas.

Durante o período das chuvas, Maurina passava noites em claro, já que os riscos aumentavam. “Eu não conseguia dormir com medo de acontecer alguma coisa. Foram muitos anos de angústia que passei aqui na minha casa. Só Deus sabe o que eu passei por causa desse barranco”, recorda.

Maurina Honorato foi uma das contempladas com a intervenção realizada pelo governo do Acre. A casa da moradora corria o risco de desabar. Foto: Diego Gurgel/Secom

Toda essa angústia faz parte do passado. Por determinação do governador Gladson Cameli, que tomou conhecimento do problema em dezembro do ano passado, o local passou por uma grande intervenção para conter o avanço da erosão. Nesta segunda-feira, 17, o gestor esteve na comunidade para inspecionar o trabalho realizado e conversar com os moradores.

“Participei da festa de Natal aqui do Aeroporto Velho e fiquei sabendo dessa situação. Por conta da gravidade, pedi urgência nessa obra. Graças a Deus, conseguimos conter o desbarrancamento e evitar que mais casas fossem prejudicadas. O nosso governo está preocupado em ajudar a nossa população, sobretudo os mais humildes”, pontuou.

Governador Gladson Cameli esteve no bairro inspecionando o trabalho realizado pelo Deracre e aproveitou a oportunidade para conversar com os moradores. Foto: Diego Gurgel/Secom

Com investimento de R$ 600 mil, a obra foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre). “Além de recuperarmos toda a área de erosão, também fizemos o trabalho de contenção na Rua Terminal, que já estava bastante comprometida e interditada para o tráfego de veículos”, explicou Petrônio Antunes, presidente do órgão.

José Adenílson Fernandes, presidente da Associação dos Moradores do Aeroporto Velho, agradeceu o empenho do Estado para conter a erosão, que começou 15 anos atrás. “Só temos a parabenizar o governador Gladson Cameli por ter nos atendido depois de batermos em todas as portas e, praticamente, perder as esperanças. A comunidade está muito feliz e só tem a agradecer”, declarou “Negão da Baixada”, como é popularmente conhecido.